Bruxelas quer simplificar o apoio ao setor das pescas e à economia marítima

A verba vai permitir o investimento em novos mercados, serviços e tecnologias marítimos, tais como a energia oceânica e a biotecnologia marinha.

A Comissão Europeia propôs esta terça-feira a inscrição de uma verba de 6,14 mil milhões de euros no orçamento plurianual 2021-2027 para o setor das pescas, abaixo dos 6,5 mil milhões do quadro em vigor. A dotação proposta esta terça-feira para o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP) prevê a simplificação dos apoios à pesca e à economia marítima na União Europeia (UE), atribuindo particular importância ao apoio aos pequenos pescadores costeiros que representam metade dos postos de trabalho europeus neste setor.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG