Bruxelas quer conselhos nacionais a monitorizar salários

Processo de conclusão da União Económica e Monetária. Patrões já avisaram que rejeitarão ingerências

O processo de conclusão da União Económica e Monetária (UEM), lançado pela Comissão Europeia, conheceu ontem um novo passo com a apresentação de um conjunto de medidas que passam, numa primeira fase, pela criação dos conselhos nacionais de competitividade, com o objetivo de controlar e definir a evolução dos salários. Bruxelas anunciou ainda a constituição do Conselho Orçamental Europeu.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG