Baterias solares e membranas purificadoras conquistam Prémios de inovação 2017

A 3.ª edição dos prémios da UPorto distinguiu patentes revolucionárias e projetos culturais e sociais inéditos. A cerimónia de gala teve grande adesão

- Células que armazenam a energia solar e a transformam em eletricidade, como se fossem baterias comuns, e membranas que permitem separar e até sequestrar os gases existentes no ar, como por exemplo o CO2, foram os projetos que arrebataram este ano o Prémio de Inovação, na categoria de Tecnologia, da Universidade do Porto. A cerimónia de entrega dos galardões foi este sábado, 4 de outubro, onde foram ainda atribuídos os Prémios Inovação Social e Inovação Cultural. A Gala da Inovação da Universidade do Porto, que decorreu no Museu do Carro Elétrico, foi a mais concorrida de sempre, com mais de 300 convidados, entre os quais representantes de dúzias de empresas e entidades de referência, como a Sonae, a Efacec ou a Sogrape.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG