Autocarros para a grande Lisboa com maior contrato público de sempre

Os quatro lotes para o serviço público de transporte de passageiros na AML (18 concelhos) valem mais de 1,2 mil milhões de euros durante sete anos. Valor total em concursos e ajustes diretos atinge máximo histórico no primeiro semestre. Mais de 6,8 mil milhões de euros, diz portal oficial do governo.

O projeto intermunicipal para compra de uma nova frota de autocarros e prestação de um novo serviço público de transporte rodoviário de passageiros na Área Metropolitana de Lisboa (AML) é o maior contrato público de sempre (feito em 4 lotes) registado na base de dados oficial do governo (Portal Base).

De acordo com um levantamento feito pelo DN/Dinheiro Vivo no portal do Instituto dos Mercados Públicos, do Imobiliário e da Construção, o projeto, que envolve os 18 municípios da AML (Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal, Sintra e Vila Franca de Xira), foi assinado no final de março deste ano e ascende a mais de 1,2 mil milhões de euros repartido por quatro grandes áreas de intervenção.

A nova Carris Metropolitana

Parte deste projeto tem o dedo da câmara de Lisboa (CML) e até vai ter a marca Carris Metropolitana, como referem as minutas dos contratos e já anunciou recentemente o presidente da CML, Fernando Medina, que vai a eleições a 26 de setembro próximo, tal como os outros edis envolvidos neste mega investimento.

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG