APEMIP diz que Orçamento ignora a habitação

A APEMIP tem vindo a alertar para as dificuldades que os jovens e famílias portuguesas enfrentam para conseguir comprar ou arrendar casa.

No rescaldo da aprovação do Orçamento do Estado para 2019, a APEMIP – Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal manifesta a sua insatisfação e preocupação face ao futuro dos cidadãos nacionais, “que se encontram cada vez mais no limbo do ‘nem-nem’: nem têm condições para comprar, nem têm condições para arrendar”.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG