Amazon terá os seus próprios aviões para encurtar entregas

Encomenda de 20 aviões de carga à Boeing deverá encurtar entregas em um ou dois dias, assegura a gigante do retalho

A Amazon gastou no ano passado 11 500 milhões de euros para fazer chegar os produtos que vendeu online aos respetivos clientes. Perante o elevado número de encomendas que se fazem chegar um pouco por todo o mundo e os elevados gastos que os envios envolvem, a retalhista virtual tomou uma decisão: ter aviões de carga próprios.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG