A velhinha cortiça saltou das garrafas para o espaço

Corticeira Amorim está atenta a novos produtos e criou um Shark Tank para apoiar fazedores na área da cortiça

Do chão de casa e dos campos de futebol, à rolha da garrafa de vinho, aos telemóveis ou até ao isolamento de naves espaciais da NASA, a velhinha cortiça está a mostrar que é cada vez mais um produto versátil e inovador, como demonstrou António Rios de Amorim, presidente e CEO da Corticeira Amorim, a empresa em foco nos Encontros 560 desta semana, organizados pelo Ministério da Economia, em parceria do Dinheiro Vivo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG