"A La Positiva faz da Fidelidade uma multinacional modesta"

Seguradora comprou 51% da empresa peruana. "Já temos mais clientes a falar espanhol do que português", diz Magalhães Correia.

"A La Positiva é rentável, tem boa gestão e 81 anos de mercado. A Fidelidade é a terceira seguradora mais antiga do mundo, criada quase 30 anos antes da independência peruana, e é a mais inovadora e tecnológica do mercado português." Razões que, para Jorge Magalhães Correia, CEO da Fidelidade, explicam o investimento no Peru, onde a seguradora acaba de adquirir 51% da La Positiva Seguros y Reaseguros, por 107 milhões de dólares (93 milhões de euros), um "ativo estratégico". A partir de agora, "temos mais clientes a falar espanhol do que português", destacou em Lima o gestor, para quem a entrada na América Latina é "uma aposta de continuidade e crescimento".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG