86 mil famílias ficam sem moratória da habitação a partir de amanhã

O governador do Banco de Portugal atualizou os dados das moratórias ao abrigo do regime privado que terminam no final deste mês. Em causa estão 3,2 mil milhões de euros.

A partir desta quarta-feira, dia 31 de março, 86 mil famílias deixam de estar abrangidas pela moratória privada para o crédito à habitação, tendo de voltar a pagar a prestação no mês de abril.

"Temos 294 700 devedores com moratória, particulares com habitação. Destes, 86 mil estão abrangidos pela moratória privada", indicou o governador do Banco de Portugal, Mário Centeno​​​​​​, revelando que "o valor médio global de exposição creditícia são 65 mil euros na moratória pública e no caso da moratória privada são 38 mil euros, ou seja, as exposições na moratória privada são muito mais reduzidas", frisou o ex-ministro das Finanças que foi ouvido no parlamento a pedido do Bloco de Esquerda.

"No dia 31 de março, na moratória privada são estas as situações que terminam. Nos outros créditos isso só acontece em junho deste ano", lembrou.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG