Zidane: "Podemos trazer jogadores mas não farão o que o Cristiano fez"

Na antevisão do jogo com o Leganés, que se joga esta segunda-feira, jornalista perguntou ao treinador do Real Madrid se lhe faltava um líder que marcasse golos como o português Cristiano Ronaldo.

O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, reconheceu este domingo que Cristiano Ronaldo é insubstituível. "O problema é que não se pode substituir o Cristiano. Ele foi-se, mas podemos trazer jogadores e os que vierem não farão o que o Cristiano fez, estou convencido disso", afirmou o treinador francês na conferência de antevisão do jogo com o Leganés, que se joga esta segunda-feira.

"É a vida, fez grandes coisas aqui com este símbolo e ficámos encantados com ele. Estou cansado de dizer o mesmo, não vamos ganhar nada, mas vamos tentar fazê-lo bem para acabar o mais acima possível, diante do Atlético. É o objetivo", acrescentou.

O Real Madrid, com menos um jogo que os rivais, está em terceiro lugar da Liga com 60 pontos, cinco atrás do Atlético de Madrid (que ganhou este sábado ao Celta de Vigo) e a 14 do Barcelona (que empatou este fim de semana frente na casa do Huesca). A equipa de Zidane também já está fora da Liga dos Campeões (eliminado pelo Ajax nos oitavos de final) e da Taça do Rei (eliminado pelo Barcelona nas meias-finais).

Na mesma conferência de imprensa, o treinador admitiu que haverá mudanças no final da temporada. "Todos os jogadores que estão aqui são bons, a única coisa que digo é que haverá mudanças, mas não vão ser agora, serão no final, as coisas vão saber-se no final da temporada", afirmou. Questionado sobre se há jogadores "insubstituíveis", Zidane disse que sim, mas recusou dizer quem. "Não vamos mudar todos."

O treinador disse ainda que "há muitos jogadores" no Real Madrid que podem render dinheiro. "São todos muito bons, muitos clubes os querem. Mas isso não é novo", indicou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG