Zidane explica regresso após nove meses: "Naquela altura era preciso mudar"

Francês apresentado de novo como treinador do Real Madrid, depois da saída no final da temporada passada. Cristiano Ronaldo também foi tema

Zinedine Zidane já é novamente o treinador do Real Madrid. O treinador francês regressa ao clube que deixou em maio passado e foi (re)apresentado ao final da tarde desta segunda-feira no Santiago Bernabéu, voltando para tentar resgatar o Real da crise em que mergulhou. Questionado sobre o que o fez regressar apenas nove meses depois de ter decidido deixar o palco, o francês explicou: "Volto porque o presidente [Florentino Perez] me chamou. E estimo muito o presidente e este clube. Por isso aqui estou. É o mais importante."

O treinador, que vem render Solari, sublinhou que "naquela altura [em maio], senti que necessitava de mudar e o plantel também precisava de uma mudança". "Era a melhor solução para todos" , continuou a defender.

De resto, na sua apresentação inicial, Zidane anunciou estar "muito feliz por voltar a casa": "É um dia especial para todos. Estou muito feliz, é o mais importante. Não tenho muito mais que dizer. E o que quero é voltar a trabalhar para por este clube onde tem que estar sempre."

Zidane também foi questionado sobre o facto de já não ter Cristiano Ronaldo à sua disposição, depois de o português ter saído também no final da temporada passada, rumo à Juventus. "Tu sabes quem é o Cristiano e aquilo que ele foi aqui. Ninguém vai mudar isso. Foi o melhor, ou um dos melhores. Mas agora nao é altura para falar disso", respondeu o técnico.

Florentino Perez: "Regressa o melhor do mundo"

Antes de Zidane, o presidente Florentino Perez justificou o regresso do técnico e assumiu o fracasso desta época. "Não obtivemos os resultados que desejávamos e a obrigação é pôr em marcha a resposta necessária para voltar aos êxitos. Queremos começar já a trabalhar em busca de uma nova etapa emocionante, com um dos nossos maiores símbolos. Para nós chega de novo ao Madrid o melhor treinador do mundo", afirmou o líder dos merengues, salientando a "paixão" de Zidane pelo clube.

"Querido Zizou, a tua paixão pelo Madrid volta a unir-te com o destino deste clube. Uma ligação que vem desde 2001, recheada de êxitos. Se voltas a estar aqui connosco, é fundamentalmente porque amas este clube. Quanto de te propusemos regresso, há cinco dias, voltaste a mostrar amor e lealdade com este clube", referiu Perez, que agradeceu ainda a Solari e confirmou que foi proposta ao argentino a sua continuidade, noutras funções. "Esperemos que continue connosco, se assim o desejar."

O regresso de Zidane foi oficialmente anunciado esta segunda-feira pelo Real Madrid, tendo o francês assinado um contrato válido até 30 de junho de 2022. Recorde-se que o técnico tinha saído no final da temporada passada, depois de conquistar a terceira Liga dos Campeões consecutiva, em três anos como treinador principal (no currículo colocou também uma Liga espanhola).

Voltando pouco mais de nove meses depois para tentar resgatar o Real Madrid da crise profunda em que mergulhou, numa altura em que os merengues estão fora da Liga dos Campeões e da Taça do Rei, além de já estarem praticamente arredados da luta pelo título espanhol - no terceiro lugar, a 12 pontos do Barcelona.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG