Varzim empata e Capucho explode: "Este futebol português é uma vergonha"

Treinador dos poveiros não escondeu revolta com o golo que deu o empate ao Estoril, apontado aos 95 minutos

Estoril e Varzim empataram este domingo a dois golos, em jogo relativo à sétima jornada da II Liga, e no final o treinador dos poveiros, Nuno Capucho, antigo jogador do Sporting e do FC Porto, mostrou-se revoltado com a arbitragem.

"Este futebol português é uma vergonha, é a única coisa que tenho a dizer às pessoas. Desta maneira é impossível as pessoas virem ao futebol. Parece que está tudo feito, tudo controlado e parece que já definiram as equipas que vão subir. É assim que os clubes querem o futebol português, este futebol é uma vergonha. Interprete como quiser, o futebol português é uma vergonha", referiu em declarações à SportTV.

Apesar de não ter criticado diretamente a arbitragem, Capucho referia-se ao lance do golo que deu o empate ao Estoril, apontando aos 90+5 minutos, num lance que foi muito contestado pelos jogadores poveiros.

David Patrício, adjunto de Luís Freire no Estoril, não comentou o lance do golo de João Gomes na compensação. "Não tive oportunidade de ver o lance, estamos do lado oposto do campo. Não sei qual é o motivo de tanta contestação, portanto não posso comentar algo que não vi", referiu.

Com este resultado, o Estoril está no terceiro lugar da classificação e o Varzim desceu para a 11.ª posição.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG