Tondela trava Sporting e interrompe série vitoriosa de Silas

Foi a primeira vitória dos tondelenses em casa nesta época. E a primeira derrota dos leões no campeonato na era Jorge Silas. Valeu o golo de Bruno Wilson perto do final. Quarto lugar está em risco.

O Sporting não passou no teste de Tondela e somou a primeira derrota no campeonato na era Silas. Um golo do central Bruno Wilson (jogador curiosamente formado em Alcochete e neto de Mário Wilson), aos 88 minutos, custou a derrota aos leões, que apesar de mais posse de bola, foram ineficazes na hora da finalização. Aliás, as duas melhores oportunidades nasceram de dois livres diretos de Bruno Fernandes.

Jorge Silas fez três alterações no onze que na quinta-feira tinha vencido o Paços de Ferreira, com as entradas de Ilori, Miguel Luís e Bolasie para os lugares de Mathieu (lesionado), Eduardo e Jesé Rodríguez. E apostou num esquema de 4X4X2 em losango, com Bolasie e Luiz Phellype como homens mais adiantados e Vietto no apoio aos dois atacantes, ficando Bruno Fernandes mais encostado ao corredor esquerdo e Miguel Luís no lado direito.

Foi uma primeira parte quase sem oportunidades de golo. O Sporting tentava a sair jogar logo a partir da defesa, como Silas gosta; o Tondela, a atuar com três centrais, apostava em rápidas transições, sobretudo através das alas. Bom exemplo disso foi um lance aos 25 minutos, com Murillo em velocidade a centrar, mas depois Coates, mesmo com alguma atrapalhação impediu que na área Xavier rematasse.

A melhores (e únicas) ocasiões de golo da primeira parte surgiram aos 32 minutos, com Ristovski a centrar do lado direito e, na área, em boa posição, Miguel Luís rematou por cima. E por Bruno Fernandes aos 42', num remate de longe por cima. Mesmo em cima do apito para o intervalo, o árbitro Carlos Veríssimo deu ordem de expulsão a Filipe Ferreira por uma entrada sobre Doumbia. Mas depois de consultar o VAR, voltou atrás e mostrou apenas amarelo ao jogador do Tondela.

A segunda parte começou com uma alteração na equipa do Tondela, com Richard a entrar para o lugar de Xavier. E aos 57', na cobrança de um livre direto, Bruno Fernandes quase colocou os leões em vantagem, valendo a grande intervenção do guarda-redes Cláudio Ramos. Responderam os tondelenses através de Richard, num dos poucos remates que fizeram às redes de Renan.

Apesar da maior posse de bola e de chegar com facilidade à área adversária, Silas sentiu que precisava de mais presença no ataque. E aos 63' lançou Jesé para o lugar de Luiz Phellype. Mas o perigo voltou a surgir num livre de Bruno Fernandes (67'), novamente com o guarda-redes do Tondela em grande plano a evitar o golo.

Silas lançou Rafael Camacho aos 79' para dar mais poder atacante aos leões. Vietto (82') e Ilori (84') voltaram a levar perigo às redes de Cláudio Ramos, mas poucos minutos depois o Tondela chegou ao golo. Pepelu marcou um livre e o central Bruno Wilson surgiu ao segundo poste nas costas de Ristovski a cabecear para o fundo da baliza.

O golo foi apontado aos 88 minutos e deixava pouco espaço de manobra os leões. E o apito do árbitro confirmou a primeira derrota dos leões desde que Silas pegou na equipa na sétima jornada. E o quarto lugar está agora em risco caso o Boavista vença nesta segunda-feira na deslocação ao Bonfim.

VEJA AQUI O GOLO

FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio João Cardoso, em Tondela.

Tondela-Sporting, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:1-0, Bruno Wilson, 88 minutos.

Tondela: Cláudio Ramos, Moufi, Yohan Tavares, Bruno Wilson, Filipe Ferreira, Jhon Murilo, Pepelu, Philipe Sampaio, Xavier (Richard Rodrigues, 46), Tomislav (Jonathan Toro, 59) e João Pedro (Jaquité, 75).

Treinador: Natxo González.

Sporting: Renan, Ristovski, Ilori, Coates, Acuña, Miguel Luís, Bruno Fernandes, Doumbia (Eduardo, 69), Vietto, Luiz Phellype (Jesé, 63) e Bolasie (Rafael Camacho, 79).

(Suplentes: Luís Maximiano, Eduardo, Borja, Rodrigo Fernandes, Luís Neto, Rafael Camacho e Jesé).

Treinador: Jorge Silas.

Árbitro: Fábio Veríssimo (AF Leiria).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Xavier (05 minutos), Acuña (11), Filipe Ferreira (40+2), Cláudio Ramos (49), Eduardo (71), João Pedro (73) e Vietto (90+5).

Assistência: 4.096 espetadores.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG