Tiago Fernandes: "Se ficasse 3-1 ou 4-1 não seria injusto"

O treinador interino do Sporting considera meritória a reviravolta e defende que os leões mereciam ter marcado mais golos.

"Sabíamos que ia ser difícil, como são os jogos nos Açores. Conhecia bem este estádio, clima e adeptos. Na primeira parte não estivemos tão bem como podíamos", começou por dizer o homem que assumiu o cargo de treinador depois da saída de José Peseiro, esta semana.

"Mudámos ao intervalo e conseguimos dar sequência ao que fizemos nos últimos 20 minutos da primeira parte. Chegámos à vantagem de forma meritória. Se ficasse 3-1 ou 4-1 não seria injusto. Mas quero dar os parabéns ao Santa Clara, que se bateu muito bem", analisou o técnico.

"Mudámos algumas coisas que sentíamos que podíamos melhorar. Foram importantes as dinâmicas criadas para lhes dar outras ideias, para que eles se sentissem bem. Temos jogadores de qualidade para jogar de uma ou de outra forma. Na segunda parte foi uma equipa a jogar à Sporting. Fico orgulhoso destes jogadores, que têm feito tudo para honrar este clube e esta camisola", continuou Tiago Fernandes.

Em dia de grandes avanços na contratação do novo treinador, Fernandes mostrou-se disponível para o que for preciso. "Vou estar sempre pronto para ajudar o Sporting. A direção sabe que estou aqui para ajudar. Não estou preocupado, o que é importante é ajudar o Sporting a ter bons resultados. Desde o primeiro dia que entrei foi sempre a somar bons resultados, potenciar jogadores e elevar o nome do Sporting ao mais alto nível", comentou.

A concluir, um piscar de olhos aos seguidores da equipa: "Uma palavra para os adeptos. Quando chegámos também apoiaram, e é de louvar. Se hoje ganhámos e demos a volta, foi com a ajuda deles. Nunca deixaram de nos apoiar do início ao fim."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG