Ténis de Michael Jordan são leiloado por valor recorde de 615 mil dólares

Nike Air Jordan 1 vendidos por valor equivalente a cerca de 520 mil euros

São os ténis mais caros alguma vez leiloados na história: um par de Nike Air Jordan 1, usados pela estrela do basquetebol Michael Jordan, foram vendidos por 615 mil dólares (cerca de 520 mil euros) informou esta quinta-feira a casa de leilões Christie's, de Nova Iorque.

Os ténis, que não alcançaram o preço estimado de 650.000 a 850.000 dólares, foram usados por Jordan a 25 de agosto de 1985 numa partida de exibição da Nike em Trieste, Itália, onde o astro da NBA afundou a bola com tanta força que partiu a tabela do cesto.

O ténis do pé esquerdo tem até um pedaço de vidro da tabela preso na sola.

"Foi um momento icónico da história do desporto", declarou à AFP Caitlin Donovan, chefe de vendas da Christie's de Nova Iorque, que organizou o leilão virtual em colaboração com a Stadium Goods.

Com este par de ténis de tamanho 13,5 (48,5 na Europa) e as cores do Chicago Bulls (branco, vermelho e preto), Jordan anotou 30 pontos na partida.

Desde então, lembrou Donovan, a Nike criou vários modelos inspirados neste par, "mas este é o original" e os dois sapatos têm a assinatura de Jordan.

Os ténis quebraram o recorde que pertencia a outro par de calçados Air Jordan 1 -o modelo mais emblemático de sua geração - fabricados para Jordan em 1985 e assinados pela lenda da NBA, que haviam sido vendidos a 17 de maio pela Sotheby's por 560.000 dólares (cerca de 474 mil euros).

"Estamos emocionados pelo forte resultado e por sermos outra vez parte de um novo recorde no leilão de sapatos", comemorou John McPheters, cofundador e diretor executivo da Stadium Goods.

Michael Jordan, atualmente com 57 anos, jogou na NBA entre 1984 e 2003. Ganhou seis títulos de campeão com os Chicago Bulls, foi cinco vezes considerado o MVP [jogador mais valioso] da NBA e por dez vezes foi o melhor marcador da temporada. Ganhou ainda dois ouros olímpicos, fez parte do Dream Team dos EUA nos Jogos de 1992 e acabou a carreira com uma média superior a 30 pontos por jogo (30,1). É considerdo por muitos o melhor basquetebolista de sempre. Atualmente é dono da equipa Charlotte Hornets.

Mais Notícias