Surpresa no Dragão. Brasil empata com o Panamá

Lucas Paquetá ainda colocou a seleção canarinha em vantagem, mas os panamianos conseguiram arrancar a igualdade com Neymar a assistir na bancada

O Brasil não foi além do empate 1-1, no Estádio do Dragão, frente ao Panamá. Uma surpresa que terminou em desilusão para os cerca de 40 mil espectadores, na maioria brasileiros, que preencheram as bancadas do recinto do FC Porto.

Numa partida que marcou a estreia de Alex Telles pela principal seleção canarinha, que contou também com Éder Militão no onze, a equipa orientada por Tite abriu o marcador aos 32 minutos graças a um golo de Lucas Paquetá, o número dez da equipa face à ausência de Neymar, que esteve num dos camarotes do Dragão a assistir à partida.

No entanto, durou apenas quatro minutos a vantagem brasileira, pois na sequência de um livre, Adolfo Machado bateu o guarda-redes Ederson Moraes, num lance em que o defesa panamiano estava e clara posição de fora-de-jogo que a equipa de arbitragem não viu.

No segundo tempo, o Brasil tentou tudo para chegar ao triunfo, desperdiçou algumas boas oportunidades, entre as quais um cabeceamento à barra da baliza defendida Luis Mejía.

Contudo, a surpresa até poderia ter sido maior, não fosse Omar Browne ter rematado ao lado quando estava em boa posição para dar o triunfo ao Panamá já em tempo extra.

A seleção brasileira volta a jogar na próxima terça-feira, em Praga, diante da República Checa, em mais um jogo de preparação.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG