Erik Kurgy substitui Bruno de Carvalho como candidato às eleições do Sporting

Ex-presidente foi substituído por Erik Kurgy como cabeça-de-lista para as eleições do Sporting, anunciou neste domingo a candidatura. Bruno de Carvalho explica alteração estratégica e garante que candidato continuará a ser ele

A recomposição da lista e a nova recolha de assinaturas impõe-se já que, adianta a candidatura Leais ao Sporting, Bruno de Carvalho, Trindade Barros e Alexandre Godinho "podem não ver a sua condição de sócios reposta" antes de 8 de agosto, data limite para apresentação de candidaturas. As eleições realizam-se a 8 de setembro.

"Sem prejuízo do eventual resultado das iniciativas jurídicas em curso, torna-se fundamental recolher novamente assinaturas para a submissão de uma nova equipa da candidatura Leais ao Sporting. Esta nova equipa continuará a trabalhar com Bruno de Carvalho, mas agora com o associado Erik Kurgy como candidato a presidente do conselho diretivo do Sporting Clube de Portugal", pode ler-se.

Erik Ali Kurgy é sócio do Sporting desde 1984 (n.º 13 352), é administrador no Grupo VIP Hotel, foi vice-presidente dos Leões de Porto Salvo e presidente do Grupo Desportivo Ismaili de Lisboa. Integra a candidatura Leais ao Sporting desde a primeira hora, como candidato a vice-presidente do conselho diretivo, com responsabilidade pela área financeira.

"Candidato de dia 8 de setembro serei eu"

Entretanto, Bruno de Carvalho recorreu ao Facebook para esclarecer a troca, confiando que a lei o recolocará novamente "à frente dos destinos do Sporting".

"Caros Sportinguistas todos continuarão a votar em mim na mesma, mas é tempo de jogar com as mesmas armas de quem neste momento governa o Sporting com sucessivos atropelos à Democracia, Lei, Estatutos e vontade dos Associados. A Lei vai colocar-nos novamente na lista mas até lá não podemos desperdiçar todo o trabalho e esforço efetuados! Isto é uma acção de mobilização. Vamos jogar com as armas com que tentam derrubar-nos. Com a Lei e com a vossa ajuda, voltarei a estar à frente dos destinos do SCP. Peço-vos a todos empenho e dedicação como até agora pois as listas serão entregues desta forma, para evitar serem rejeitadas, mas o candidato dia 8 de Setembro serei eu!", publicou o ex-presidente leonino.

Na quinta-feira, a Comissão de Fiscalização do Sporting decidiu a suspensão por um ano do ex-presidente Bruno de Carvalho e 10 meses para os restantes elementos da sua direção, à exceção de Luís Roque, cujo processo disciplinar se concluiu com uma repreensão.

O Conselho Diretivo foi destituído em Assembleia Geral extraordinária, em 23 de junho, com 71% dos votos, no seguimento de dias agitados na vida do clube, que em 15 de maio viu a equipa de futebol ser agredida por adeptos na Academia de treino.

Com sucessivas demissões nos órgãos sociais, parte do Conselho Diretivo, com Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, manteve-se em funções, até à sua destituição em Assembleia Geral.

Após a destituição o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares -- em rota de colisão com o CD -, marcou eleições para 08 de setembro.

Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, agora suspensos, apresentaram-se como candidatos, em listas diferentes.

Na corrida estão ainda Fernando Tavares Pereira, João Benedito, Dias Ferreira, Pedro Madeira Rodrigues, José Maria Ricciardi, Frederico Varandas e o advogado Rui Jorge Rego.

O empresário Zeferino Boal desistiu, entretanto, juntando-se à candidatura de José Maria Ricciardi.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG