Sérgio Conceição: "O Schalke faz dois remates à baliza no jogo todo, um deles o golo"

Treinador do FC Porto lamentou grande penalidade falhada por Alex Telles ainda na primeira parte.

Aqui ficam as frases mais importantes da conferência de imprensa de Sérgio Conceição após o empate a um golo com o Schalke, em jogo da primeira jornada do Grupo D da Liga dos Campeões.

"Temos consciência da prova em que estamos inseridos. Na Liga dos Campeões, todos os jogos são competitivos e difíceis de jogar, com equipas por vezes de características diferentes do nosso campeonato."

"Sabíamos da dinâmica do adversário, entrámos bem, tivemos a primeira grande oportunidade na primeira parte, que falhámos. A partir dos 25 minutos, o Schalke apostou num futebol muito direto, a disputar muito a segunda bola, não conseguiu mesmo assim criar grandes oportunidades."

"O Schalke faz dois remates à baliza no jogo todo, um deles o golo, num lance individual. Não baixámos os braços, fomos à procura do empate, e penso que na dinâmica fomos sempre superiores ao Schalke, não fazendo um jogo brilhante."

"Perante uma equipa de duelos e impacto físico muito forte, tivemos 60% de posse de bola e mais remates. Falhámos um penálti, mas foi um jogo consistente que poderíamos ter ganho. É pena que não tivéssemos conseguido concretizar o penálti da primeira parte, o jogo tinha sido diferente."

"Nós preparamos os jogos sempre para ganhar. Não perder será positivo, satisfatório, mas o bom era ganhar."

"Nós marcamos sempre a posição a partir do momento em que entramos em campo e somos o FC Porto. Agora vamos pensar no Vitória de Setúbal, e depois falaremos do adversário na Liga dos Campeões."

"Somos uma equipa muito competitiva, hoje regressou um jogador muito importante no balneário e agora no campo também, o Danilo."

"Tivemos o Militão que fez um belíssimo jogo e que chegou há pouco tempo, o Danilo regressou de paragem de cinco meses. Temos um ou outro jogador que, pela vinda tardia das seleções, ainda não estão na forma que quero e que sei que podem atingir, por isso temos um futuro à nossa frente que só depende de nós. Estou completamente otimista em relação ao futuro próximo do FC Porto, e isso passa pelo Vitória de Setúbal".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG