Sérgio Conceição: "O meu Benfica é o Aves"

Treinador do FC Porto ainda não quer pensar no clássico das meias-finais da Taça da Liga.

No final da partida que garantiu o acesso do FC Porto à final four da Taça da Liga com um recorde histórico de 16 triunfos consecutivos para o clube, Sérgio Conceição era um treinador satisfeito.

"Estamos contentes, é mais um objetivo alcançado, como no ano passado, em que chegámos à final four. Na meia-final perdemos nos penáltis, este ano queremos mais, queremos ganhar. Estávamos atentos ao outro jogo, houve emoção, hoje a Taça da Liga é vivida de forma diferente do que era no início. Foi a 16.ª vitória consecutiva, é bom para o clube, e para mim é bom porque coincide com o apuramento para a final four da Taça da Liga. Sentimo-nos orgulhosos por batermos esta marca que pertencia a Artur Jorge. É um orgulho, mas não passa disso", disse o técnico.

Sérgio Conceição realçou o facto de estarem na final four os quatro primeiros classificados da Liga. "Acho que agora os clubes dão uma importância diferente a esta competição. Os quatro primeiros clubes estão na final four, é bom, vão ser duas meias-finais muito competitivas e isso só prestigia esta competição", referiu.

"O meu Benfica é o Aves"

Já na sala de imprensa, questionado sobre o jogo com o Benfica agendado para a meia-final desta Taça da Liga, o técnico portista disse não ser ainda o momento para pensar nisso. ​​​​"No fim do mês de janeiro? O meu Benfica é contra o Aves", frisou, referindo-se ao próximo desafio do campeonato, no próximo dia 3 de janeiro.

Num balanço ano ano de 2018, Sérgio Conceição não teve dúvidas em apontar o título de campeão, conquistado em maio passado, como o ponto alto. "O objetivo que todos queríamos era a conquista do campeonato. Mas todos os dias é um grande prazer trabalhar nesta casa, vivemos com uma ambição muito grande, vivemos momentos muito positivos em 2018 e agora é continuar em 2019", disse.

A contratação de Fernando Andrade: "Vi qualidade nele"

O técnico abordou ainda a contratação de Fernando Andrade, avançado brasileiro ex-Santa Clara que é reforço de inverno dos dragões. "É um jogador que acompanhava já há algum tempo. Neste ano está a confirmar o que eu pensava dele. Vai ser uma solução importante para nós, jogando o FC Porto da forma que joga, com dois avançados. É importante termos gente para a frente, como se costuma dizer, mas com qualidade. Vi qualidade nele e foi por isso que aconselhei ao presidente a contratação", explicou.

Silas faz balanço "muito bom"

Do lado do Belenenses SAD, o técnico Silas também se mostrou satisfeito pela resposta da equipa. "Faço um balanço muito bom do jogo. Foram nove alterações em relação ao último 'onze', com três estreias, uma linha defensiva totalmente nova. Vimos que todos os jogadores estão preparados para competir. Estou muito contente com isso", disse, lamentando o momento do segundo golo portista.

"Também houve algum azar. Quando mudámos o sistema, no momento das substituições, o FC Porto faz o golo, de livre. Isso condicionou um pouco a nossa estratégia. Gosto de marcar sempre, mas não tão cedo, porque os jogadores começam a meter-se mais atrás."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG