Sérgio Conceição: "Já podíamos ter ganho uma mão cheia de troféus"

O treinador do FC Porto encara a meia-final da Taça de Portugal com o Ac. Viseu como mais uma oportunidade de voltar a atingir uma final e procurar conquistar um troféu.

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, garantiu que o fracasso resultante das finais perdidas na Taça de Portugal e na Taça da Liga não lhe tira o entusiasmo que conseguir vencer esses troféus.

"O FC Porto comigo tem chegado quase sempre perto do fim em todas as competições. Já podíamos ter ganho uma mão cheia de troféus, mas faltaram pormenores para os conseguir. No entanto, não desisto de ser mais feliz do que fomos anteriormente nestas competições", garantiu o técnico portista na antevisão ao jogo desta terça-feira (20.45 horas) com o Académico de Viseu, a contar para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

O facto de os dragões terem pela frente um adversário da II Liga não faz, no entanto, com que Sérgio Conceição esteja à espera de facilidades. "Em termos estratégicos não muda nada. Vamos escolher o melhor onze para ganhar", assumiu, deixando um lamento: "No último jogo retrataram muito pouco aquilo que fizemos, colocando a crítica no demérito daquilo que fez o V. Setúbal, não reconhecendo o mérito do nosso trabalho no Bonfim."

Sérgio Conceição destacou uma equipa viseense que "tem feito um trajeto muito interessante no campeonato e sobretudo na Taça de Portugal". "Trata-se de uma equipa que sofre poucos golos, mas queremos ganhar. É um jogo importante, de uma meia-final de uma competição à qual damos bastante importância", frisou.

Este jogo em Viseu surge a quatro dias do clássico com o Benfica, no Estádio do Dragão, uma partida que assume contornos decisivos para o FC Porto na luta pelo título. No entanto, o técnico portista garante que "seria uma enorme falta de respeito" a sua equipa não estar a pensar apenas no Académico de Viseu: "É um adversário histórico, numa meia-final de uma competição muito importante. Todos os jogos são boas oportunidades para os que aqui estão mostrarem que merecem estar no onze."

Sobre a possibilidade de já poder contar com o japonês Nakajima, Sérgio Conceição admite que o médio apresentou "melhorias" em relação à lesão de que padece, acrescentando que relativamente aos restantes casos clínicos - Pepe, Danilo Pereira e Aboubakar - "o cenário é o mesmo que antes do jogo com o V. Setúbal".

Mais Notícias