Ronaldo não vai à cerimónia da Bola de Ouro, segundo espanhóis

Português tem a gala de atribuição do prémio de melhor jogador do Calcio esta segunda-feira.

Cristiano Ronaldo não irá marcar presença na gala anual da France Football, que esta segunda-feira entrega a Bola de Ouro ao melhor do mundo em 2019, segundo o canal de televisão espanhol Fuera de Juego. O internacional português deverá marcar presença numa outra gala, a de entrega dos prémios da Serie A do Calcio 2018-19. CR7 é favorito a vencer o galardão principal, atribuído ao melhor do campeonato.

A notícia causou algum impacto nas redes sociais, com alguns internautas a lembrar a tradição do jogador em não marcar presença em cerimónias nas quais sabe que não vai ganhar. E segundo alguma imprensa, CR7 não irá conquistar a Bola de Ouro, que será entregue a Messi. No domingo surgiram no Twitter diversas publicações dando conta da alegada votação final do prémio atribuído pelo France Football, consagrando o argentino do Barcelona como o melhor do mundo.

Aliás, segunda a Mediaset, o capitão da seleção nacional ficou em quarto lugar depois de Messi, Van Dijk e Mohamed Salah.

O secretismo faz parte do glamour da atribuição do prémio, assim como as fugas de informação. Na última terça-feira, o jornal espanhol Mundo Deportivo avançou com a possibilidade de Lionel Messi ser o vencedor. O diário desportivo da Catalunha baseava a sua tese no facto de alegadamente uma equipa de reportagem da revista francesa se ter deslocado a casa do craque do Barcelona para o entrevistar e fotografar antecipadamente para ser capa da revista que vai para as bancas dentro de poucos dias.

Já neste domingo, o jornal inglês Mirror avançou também que o argentino será coroado nesta noite, antecipando que Cristiano Ronaldo fica até fora do pódio, atrás de Virgil Van Dijk e Mohamed Salah, ambos jogadores do Liverpool. A mesma informação partilhada pela Mediaset italiana.

A Bola de Ouro de 2019, troféu da revista France Football, vai ser entregue nesta segunda-feira, no decorrer de uma gala no Théâtre du Châtelet, em Paris, a partir das 19.30. O vencedor vai suceder ao croata Luka Modric, que desta vez nem nomeado está. Messi prepara-se para juntar a Bola de Ouro ao prémio The Best, da FIFA, conquistado em setembro. Caso este cenário se concretize, o argentino desempata a intensa disputa travada com Ronaldo na última década - neste momento têm ambos cinco Bolas de Ouro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG