Ronaldo já fatura pela Juventus. Um golo que valeu uma Supertaça

Avançado português apontou o único golo na decisão da Supertaça italiana frente ao AC Milan, realizada na Arábia Saudita. Foi o primeiro troféu de CR7 pela Juventus e o 27.º de toda a sua carreira.

Cristiano Ronaldo conquistou esta quarta-feira o seu primeiro troféu pela Juventus, seis meses depois de ter assinado pelo clube de Turim. Na decisão da Supertaça de Itália, que colocou frente a frente a Juventus (vencedora do campeonato) ao AC Milan (vencedor da Taça), a vecchia signora venceu o rival por 1-0, valendo o golo do avançado português aos 61 minutos. O jogo foi realizado na cidade de Jeddah, na Arábia Saudita (uma tradição com 12 anos), e com poucas mulheres nas bancadas. Foi a oitava Supertaça conquistada pela equipa de Turim.

Além de Ronaldo, o português João Cancelo também foi titular no lado direito da defesa da Juventus, depois de ter recuperado de uma lesão, com o treinador Massimiliano Allegri a juntar Dybala e Douglas Costa a CR7 no ataque. Do lado do AC Milan, o avançado Gonzalo Higuaín foi o grande ausente no onze inicial (só entrou aos 71'). A explicação oficial apontou para um repentino estado febril que afetou o internacional argentino, mas suspeita-se de que o jogador ficou de fora porque está iminente a sua transferência para o Chelsea.

Ronaldo esteve bastante ativo e acabou por resolver o jogo na segunda parte. O português deixou um primeiro aviso aos 59', com um remate cruzado para defesa apertada de Donnarumma. E um minuto depois não perdoou, correspondendo de cabeça a uma assistência fantástica de Pjanic. Foi o 16.º golo de CR7 esta temporada em 26 jogos realizados pelo emblema de Turim.

Aos 68', Dybala colocou a bola no fundo das redes do Milan, mas o golo foi anulado por fora de jogo do avançado, num jogo que ficou marcado pela expulsão do milanês Kessié, após uma entrada dura sobre Emre Can, numa decisão que foi validada pelo VAR. No tempo de compensação, num lance de contra-ataque, Ronaldo esteve perto do segundo golo, mas permitiu a defesa do guardião ao AC Milan.

"Dedico este golo a todos os adeptos da Juventus e à minha família. Temos de voltar ao trabalho porque o campeonato vai ser longo e depois ainda há a Champions, o objetivo mais importante da época. Agora vamos desfrutar deste troféu que era o nosso primeiro objetivo. Vamos continuar a trabalhar, depois tratamos dos outros", disse Ronaldo no final, "muito feliz por ter conquistado o primeiro troféu pela Juventus marcando o golo decisivo".

Foi a terceira vez na história que Juventus e AC Milan discutiram a Supertaça de Itália. Nos dois jogos anteriores houve um triunfo para cada lado, em partidas que curiosamente só foram decididas no desempate por grandes penalidades (2003 e 2016). Já esta época, mas para a Liga italiana, a Juventus tinha ganho ao rival de Milão, por 2-0, em San Siro, num jogo em que Ronaldo apontou um dos golos da sua equipa.

Com a conquista da Supertaça de Itália, Cristiano Ronaldo aumentou o seu espólio de troféus coletivos para 27 títulos. Curiosamente, este seu palmarés começou também com a conquista de uma Supertaça, mas em Portugal, em 2002, ano em que o Sporting venceu o Leixões, por 4-1, numa partida em que CR7, ainda adolescente, não saiu do banco de suplentes. Depois a história é conhecida. Entre os troféus mais marcantes constam cinco Ligas dos Campeões, três ligas inglesas, duas espanholas, quatro Campeonatos do Mundo de Clubes e, claro, o título europeu pela seleção em 2016.

O jogo foi antecedido por uma enorme polémica que envolveu a Federação Italiana de Futebol, dado que as poucas mulheres que puderam assistir ao jogo foram colocadas em zonas com pouca visibilidade para o relvado e sempre acompanhadas por homens. O caso chegou mesmo a ser discutido no Parlamento italiano e a realização do jogo na Arábia Saudita motivou críticas da Amnistia Internacional, que lamentou a opção dos italianos por um país que tem "um mau desempenho" no respeito pelos direitos humanos. Resta dizer que a federação italiana recebeu cerca de sete milhões de euros de entidades sauditas para que o jogo se realizasse em Jeddah.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG