Roger quem? Segurança obriga Federer a mostrar credencial (com vídeo)

Tenista suíço, vencedor de 20 Grand Slams, esperou pacientemente por um membro da sua equipa até poder entrar

Roger Federer pode ser, para muitos, o melhor tenista da história, mas ainda consegue passar despercebido em algumas ocasiões. Mesmo num torneio de ténis. E em pleno Open da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada, onde o suíço aparece como defensor do troféu conquistado nas duas últimas edições.

Este sábado, após um treino num dos courts do torneio australiano, Federer regressava ao balneário quando o zeloso segurança de serviço lhe apontou a falta da credencial. Afinal de contas, regras são regras. Mesmo para o único homem a ter ganho 20 torneios do Grand Slam na história do ténis.

O tenista suíço, de 37 anos, esperou pacientemente à porta até à chegada de um dos membros do seu staff técnico, que trazia o documento de identificação que todos os participantes no torneio devem trazer ao pescoço.

Federer vai continuar este domingo a sua campanha em busca de um sétimo título em Melbourne, defrontando o grego Stefanos Tsitsipas na quarta ronda.

O atual n.º 3 do mundo não foi, no entanto, o único tenista famoso barrado por um segurança nesta edição do Open da Austrália. Também a russa Maria Sharapova já tinha passado pelo mesmo. Em Melbourne Park, as regras de segurança são levadas a sério.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG