Recorde do mundo do lançamento do dardo fica preso por 72 cm

Na Polónia, o alemão Johannes Vetter conseguiu a segunda melhor marca de sempre nesta disciplina do atletismo. Recorde de Jan Zelezny desde 1996 ainda sobrevive. Portuguesa vence o lançamento do peso.

O alemão Johannes Vetter registou este domingo o segundo melhor lançamento da história do lançamento do dardo, atirando-o a 97,76 metros, no meeting de Chorzow, na Polónia, a 72 centímetros do recorde do mundo na posse do checo Jan Zelezny, que em maio de 1996 lançou a 98,48 metros.

Campeão do mundo em 2017 e medalha de bronze nos Mundiais de Doha, no Qatar, em 2019, o alemão fez melhor do que o anterior melhor registo pessoal por mais de três metros. Por comparação, a terceira melhor marca da história, do também alemão Thomas Röhler, campeão olímpico, fica a quase quatro metros de distância: 93,90 metros, em 2017.

"Não sei mesmo o que dizer. No dardo, há detalhes que permitem bons lançamentos, quando tudo está no sítio ideal. Com algum vento favorável, podia ter ido mais longe, próximo dos 100 metros, mas acho que mostrei que também se pode atirar muito longe num estádio fechado como este", explicou, após a performance em Chorzow.

Vetter, que ficou em quarto lugar nos Jogos Olímpicos Rio2016, já tinha atirado para 91,49 metros em 11 de agosto, na cidade finlandesa de Turku, e este domingo ainda conseguiu, após já ter assegurado a vitória, fazer a sexta melhor marca da história, com a quarta tentativa, para 94,84 metros.

Depois dos Mundiais de 2017, o alemão tem sido perseguido por lesões no tornozelo esquerdo, que requer injeções antes de cada competição, com uma operação em 2019 a resolver a questão, voltando aos treinos em novembro do ano passado.

Antes, em 2018, registou em Leiria, na Taça da Europa de lançamentos, a melhor marca da história da competição, com um lançamento de 92,70 metros.

O próximo meeting de Vetter está marcado para terça-feira, em Dessau, continuando na Alemanha até ao próximo domingo, para nova prova em Berlim.

Portuguesa vence no lançamento do peso

No meeting de Chorzow, em pista coberta, também brilhou a recordista portuguesa Auriol Dongmo, que venceu a prova de lançamento do peso com um lançamento de 18,33 metros.

A portuguesa venceu por um centímetro a checa Marketa Cervenkova, que atirou para 18,32 metros, com a bielorrussa Aliona Dubitskaya em terceiro, com 18,00.

A boa forma da atleta do Sporting continua, após ter vencido também no meeting de Thum, na Alemanha, em 22 de agosto, e de ter, a 8 de agosto, melhorado o recorde nacional, que já lhe pertencia, para 19,53 metros.

Dongmo foi autorizada pela World Athletics a competir por Portugal desde 26 de julho de 2020, informou em março a FPA, e detém também o recorde nacional dos Camarões ao ar livre, com 18,37 metros, registados em Brasília, em 2017.

Mais Notícias