Real vence Atlético nos penáltis e conquista Supertaça de Espanha

Final disputada na Arábia Saudita só foi decidida no desempate por grandes penalidades. O Real marcou quatro, o Atlético falhou duas.

O Real Madrid conquistou neste domingo a Supertaça de Espanha, ao vencer na final o Atlético de Madrid no desempate por grandes penalidades (4-1), após o empate sem golos registado no final do prolongamento. Foi a 11.ª Supertaça conquistada pelos merengues - a última tinha sido em 2017.

Num jogo emotivo, com várias oportunidades de golo para os dois lados, e onde os dois guarda-redes (Courtois do Real Madrid e Oblak do Atlético) estiveram em grande plano, o Real Madrid de Zidane acabou por ter mais sorte na lotaria dos penáltis. Do lado dos colchoneros, Saúl atirou ao poste e Thomas permitiu a defesa de Courtois; no Real Madrid ninguém falhou a conversão dos quatro castigos, com Sergio Ramos a apontar o último.

O português João Félix foi titular (substituído aos 101 minutos por Arias) pelo Atlético Madrid, mas falhou aquele que poderia ser o seu primeiro troféu oficial com a camisola dos colchoneros. Destaque ainda para a expulsão de Valverde, aos 115 minutos, num lance que poderia ter sido decisivo no encontro, já que Morata seguia completamente isolado, com uma grande possibilidade de poder fazer golo para o Atlético Madrid.

Este foi o 10.º título do francês Zinedine Zidane como treinador do Real Madrid, segunda Supertaça espanhola, que assim continua totalmente vitorioso em finais.

A Supertaça de Espanha realizou-se este ano pela primeira vez na Arábia Saudita, depois de a federação espanhola ter assinado um acordo válido para os próximos três anos, sendo que ao contrário de edições anteriores, participaram quatro equipas num formato de final four (o Barcelona e o Valência caíram nas meias-finais).

O acordo alcançado entre as federações contemplou também o acesso das mulheres aos estádios e o lançamento de uma competição da modalidade na vertente feminina naquele país asiático. De acordo com a imprensa espanhola, a federação espanhola receberá por cada edição 40 milhões de euros. O Real Madrid e o Barcelona, só como prémio de participação, receberam oito milhões de euros cada.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG