"Querido Lionel." Clube australiano é o primeiro a assumir interesse em Messi

A equipa australiana de futebol Adelaide United não perdeu tempo após o anúncio da vontade de Messi em deixar o Barcelona e lançou-se na tentativa de atrair o astro argentino a juntar-se às suas fileiras, com um carta aberta na qual expõe vários argumentos

Dirigindo-se ao jogador com um "Dear Lionel", a carta publicada nas redes sociais foi escrita pelo diretor do Adelaide United, Ian Smith, que anuncia a cidade do sul da Austrália como o melhor e mais seguro local para o jogador e a sua família viverem durante estes tempos de pandemia. Além disso, citou também as escolas "brilhantes" daquele estado australiano, as atrações turísticas e vinhos de classe mundial como motivos pelos quais o craque argentino deveria considerar mudar-se para Adelaide.

Smith aproveitou o atual contexto de pandemia mundial de covid-19 para sublinhar o sucesso da Austrália do Sul em conter o coronavírus que ainda devasta grande parte da Europa. "Aqui é um local seguro para a sua jovem família."

"Embora o Paris Saint-Germain, o Manchester United e outros estejam interessados na sua assinatura, você não gostaria de ir para um lugar diferente?", desafia Smith, na carta publicada na página do clube no Facebook.

"Como um consumidor de Penfolds Grange, um dos melhores vinhos do mundo, encontraremos uma casa na área de Magill - fica a apenas um pontapé livre do premiado restaurante Magill Estate de Penfolds, onde você vai ter uma mesa regular à sua disposição", escreve o dirigente australiano, nesta esmerada tentativa de convencer o jogador argentino.

O seis vezes vencedor da Bola de Ouro chocou o mundo do futebol ao informar o Barcelona na terça-feira que quer deixar a equipa onde jogou toda a sua carreira profissional.

Smith admite que o Adelaide United, que terminou em sétimo lugar na última liga australiana, não seria capaz de pagar a Messi o tipo de salário chorudo a que está acostumado.

"Não podemos oferecer muito na forma de compensação financeira", disse Smith, explicando que a pandemia prejudicou gravemente as finanças do clube. "Mas, ei, não vamos deixar que isso atrapalhe algo que promete ser muito especial. Assim que você estiver aqui, você vai ver que será muito feliz e o dinheiro parecerá meramente acessório", escreveu.

Será Messi sensível aos argumentos australianos?

Mais Notícias