Já foram identificadas as dez vítimas da tragédia no centro do Flamengo

Já são conhecidas as identidades dos 10 jovens futebolistas que morreram esta sexta-feira na sequência do incêndio no centro de treinos do Flamengo, popular clube do Rio de Janeiro.

Tinham entre 14 e 16 anos e morreram esta sexta-feira no incêndio que deflagrou no centro de treinos do Flamengo. Perseguiam todos o mesmo sonho, de um dia se tornarem jogadores profissionais. Christan Esmério, guarda-redes de 15 anos, era já uma promessa e tinha sido chamado às seleções jovens do Brasil.

Arthur Vinicius

Natural de Volta Redonda, cidade do estado do Rio de Janeiro, o jovem ia completar 15 anos neste sábado. Começou a jogar futebol com 10 anos no clube da cidade onde nasceu e tinha chegado ao Flamengo em 2017. Atuava como defesa central e era sobrinho de Andinho, um antigo jogador de futebol do Volta Redonda nos anos 90. O seu primeiro clube já lamentou a morte de Arthur e inclusivamente cancelou todas as iniciativas que tinha previstas para este sábado, dia de aniversário do emblema de Volta Redonda.

Athila Paixão

Tinha 15 anos e estava no Flamengo desde abril do ano passado. Nasceu em Lagarto, no estado de Sergipe. Tinha regressado ao Rio de Janeiro no último domingo, depois de umas férias junto da família. Antes de ingressar no Fla, deu nas vistas na Escolinha Geração do Futuro, a mesma por onde passou Diego Costa, avançado do Atlético de Madrid.

Bernardo Pisetta

Tinha 15 anos e nasceu na cidade de Indaial, no estado de Santa Catarina. Chegou ao Flamengo no verão de 2018 e atuava como guarda-redes. Antes tinha representado o Atlético Paranaense. Quando se mudou para o popular clube do Rio de Janeiro deixou uma mensagem emotiva nas redes sociais: "A minha família que está sempre comigo...me motivando, incentivando e apoiando... Agora a distância será maior, mas estarão sempre em meus pensamentos...e no meu coração!"

Christian Esmerio

O guarda-redes de 15 anos era visto como uma promessa do futebol brasileiro e já tinha sido inclusivamente convocado para as seleções jovens do Brasil. A última chamada tinha sido em janeiro. Vivia um autêntico sonho, depois de ter dado nas vistas pelo Flamengo na Copa Nike no escalão de sub-15, quando defendeu dois penáltis num jogo decisivo contra o São Paulo que valeu o troféu ao clube do Rio de Janeiro.

Vítor Isaías

Tinha 15 anos e chegou ao Flamengo em agosto de 2018. Jogava como avançado e tinha iniciado a carreira no Atlético Paranaense, clube do estado de Santa Catarina, onde em 2014 se sagrou o melhor marcador e campeão pela equipa na Copa Catarinense nos escalões de sub-11. O ano passado voltou a ser o melhor marcador nos torneios de base.

Pablo Henrique

Com apenas 14 anos, é primo de Werley, defesa central que atua no Vasco da Gama. Nasceu em Oliveira, cidade perto de belo Horizonte, em Minas Gerais. A Câmara Municipal da cidade onde nasceu já lamentou a sua morte: "O adolescente era mais uma promessa do futebol oliveirense, mas infelizmente teve a sua trajetória interrompida na manhã desta sexta-feira".

Jorge Eduardo

No ano passado, o lateral esquerdo e camisola 5 dos sub-15 do Flamengo foi campeão da Nike Premier Cup, garantindo uma vaga no mundial da categoria, disputado em agosto. Jorge nasceu em Além Paraíba e era visto pelos colegas, segundo a Rede Globo, como um rapaz sonhador, alegre e que gostava de dar bons conselhos aos amigos. Ia completar 16 anos no próximo dia 14. Começou curiosamente no futsal, aos seis anos, mas rapidamente chamou a atenção de olheiros de clubes de futebol. Morava no Ninho do Urubu (nome como é conhecido o centro do Flamengo) desde os 14 anos.

Samuel Thomas

Natural do Rio de Janeiro, o lateral direito das camadas jovens do Flamengo foi campeão do Campeonato Estadual na categoria sub-15 pelo Flamengo em 2018. Ia fazer 16 anos no próximo dia 4 de abril. Era fã de Cristiano Ronaldo e do francês N'golo Kanté.

Gedinho

Gedson Santos, conhecido como Gedinho, de apenas 14 anos nasceu em Itararé, no interior de São Paulo e jogava na formação do Athlético Paranaense até o ano passado. Em 2017, foi campeão da Taça Curitiba na categoria sub-15.

Rykelmo Viana

Conhecido como Bolívia, Rykelmo tinha 16 anos. Natural de Limeira, no interior de São Paulo, jogou pelo Limeira Futebol Clube e destacou-se no Campeonato Paulista antes de chegar ao Flamengo. Foi campeão estadual sub-16 em 2018. Há três dias lembrou nas redes sociais que era o mais antigo do alojamento do Ninho do Urubu.

Mais Notícias