Quedas de Neymar já chegaram ao INEM

Instituto Nacional de Emergência Médica alertou para o número de chamadas para o 112 que "não são emergências" e usou uma fotografia do craque brasileiro no chão para ilustrar

Um golo de pé direito, um golo de pé esquerdo, uma assistência para golo e... quase 14 minutos passados no chão. Os números (e as quedas) de Neymar no Mundial 2018 têm dado muito que falar, do indivíduo mais anónimo a ex-craques do futebol mundial. Os memes e as montagens que surgem na internet, e que vão irritando ou divertindo os fãs, também abundam e, agora, até o INEM se meteu na conversa e no campo das coisas que "não são emergências".

Nas redes sociais, o INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica) publicou uma fotografia que mostra Neymar no chão, num lance em que parece queixar-se provavelmente de uma falta, e acrescentou o seguinte dado: "75,8% das chamadas para o 112 também não são emergências".

Uma hora após a publicação, num dia em que Neymar e o Brasil defrontam a Bélgica nos oitavos-de-final do Mundial, a imagem já tinha sido retweetada mais de 700 vezes e, apenas no Facebook, partilhada mais de 4600 vezes.

Entretanto, saiu em defesa de Neymar um campeão do mundo (2002) que tem um título de melhor do planeta (1999). Rivaldo, que tal como Neymar jogou no Barcelona, utilizou as redes sociais para defender a atual figura maior do futebol brasileiro.

"Neymar, jogue como sempre jogou e não se preocupe com os comentários dos outros países, porque muitos já estão em casa. Se tiver que driblar, drible, se tiver que dar chapéu, dê. Se tiver que fazer gol, faça. Se tiver que cair com as faltas, caia, e se tiver que ganhar tempo no chão, ganhe. Porque todos fazem o mesmo. O problema é que você é o cara da Copa e ídolo do nosso país e, infelizmente, isso está incomodando muita gente, eu não sei porque. Vai pra cima, como sempre e continue nos encantando com teu futebol. Abraço", afirmou o antigo jogador brasileiro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG