Pelé sobre Jorge Jesus: "Não teve nenhum que se comparasse a ele"

Antiga glória do Santos abordou o trabalho do técnico português no Flamengo.

O trabalho de Jorge Jesus à frente do Flamengo não passou despercebido aquele que ainda é considerado o melhor jogador de todos os tempos, Pelé. "Já houve alguns técnicos estrangeiros no Brasil, mas nessas condições acho que não teve nenhum que se comparasse a ele", elogiou o Rei em declarações à Folha de São Paulo.

Pelé elogiou ainda o outro treinador estrangeiro do Brasileirão, que por acaso treina o clube do seu coração: "O Santos está em terceiro, pode até não ganhar, mas está com uma equipa. Montou uma equipa que todos achavam que não ia dar certo, só com jogadores estrangeiros. E eu acho que deu certo. Foi uma surpresa muito grande."

Polémicas à parte sobre o número de golos marcados na carreira, o astro brasileiro comemora esta terça-feira os 50 anos do milésimo golo, que entrou para a história como tendo sido maracdo no dia 19 de novembro de 1969, no Maracanã, num jogo com o Vasco da Gama. "Todo mundo fala que bater pênalti é fácil. Mas é fácil quando está dois a zero, três a zero. Mas tremer como eu tremi quando fui bater meu pênalti... Duvido que alguém já tenha passado por isso. Eu falava: "meu Deus do céu, e se eu perder o pênalti?". O mais engraçado é que eles fizeram uma homenagem, mas ninguém ficou na área. Quando olhei para trás, estava todo a equipa no meio de campo. Eu falei: pô, se bate na trave ou o goleiro rebate, a minha equipa está toda lá atrás. Falei: "caramba, ninguém veio!", confessou Pelé.

Mais Notícias