Pelé felicita Cristiano Ronaldo pelos 101 golos ao serviço de Portugal

CR7 chegou aos 101 golos pela seleção ao bisar no triunfo da equipa das quinas sobre a Suécia, em jogo da Liga das Nações.

O ex-futebolista internacional brasileiro Pelé felicitou Cristiano Ronaldo por ter ultrapassado os cem golos ao serviço da seleção de Portugal.

"Eu pensava que iríamos comemorar cem gols [golos] hoje. Mas foram 101! Parabéns, Cristiano, por cada passo adiante em sua jornada!", escreveu Pelé, na sua conta na rede social Twitter.

Cristiano Ronaldo, de 35 anos, alcançou na terça-feira os 101 golos pela seleção, ao marcar os dois golos que deram a Portugal a vitória sobre a Suécia em Solna, por 2-0, num jogo da Liga das Nações.

O madeirense, que se tornou o segundo jogador da história (e o primeiro europeu) a somar cem golos por uma seleção, está agora mais perto do recorde absoluto, os 109 de Ali Daei, atualmente com 51 anos, que teve como ponto alto da carreira a passagem pelo Bayern de Munique, em 1998-99.

O português deixou para trás grandes figuras do futebol como o próprio Pelé, que marcou 77 golos pelo Brasil.

Esta não é a primeira vez que Pelé mostra a sua admiração pelo craque português, que venceu recentemente o campeonato italiano com a Juventus.

Com 1283 golos e três títulos mundiais, "o rei" do futebol já tinha admitido que considerava Cristiano Ronaldo o melhor jogador do mundo da atualidade.

"Hoje, acho que o Cristiano Ronaldo é o mais estável, já faz uns dez anos", disse Pelé, em resposta à questão de quem era o melhor jogador atual, numa entrevista concedida há seis meses ao canal Pilhado do YouTube, sublinhando no entanto que também convém estar atento a Messi.

O argentino continua a ser o concorrente mais próximo de Cristiano Ronaldo, com 70 golos pela Argentina.

O português disse na terça-feira que ficou "muito feliz" pela vitória frente à Suécia (2-0), na Liga das Nações, e por ter chegado aos 101 golos pela equipa principal de Portugal.

"Claro que chegar aos 100 e depois 101 golos, com dois golaços, deixa-me muito feliz", afirmou na entrevista rápida após a partida.

Mais Notícias