Paulo Sousa vai ser o treinador do Bordéus

A imprensa francesa revela que o técnico português vai assinar contrato válido até junho de 2022 e deverá ser apresentado esta sexta-feira

Paulo Sousa, de 49 anos, vai ser o novo treinador do Bordéus, atual 13.º classificado da Liga francesa, sucedendo a Éric Dédouet, que assumiu o cargo em setembro de forma interina depois do despedimento do uruguaio Gustavo Poyet.

De acordo com a estação de televisão France 3, o técnico português vai assinar um contrato válido até junho de 2022, estando prevista a sua apresentação para esta sexta-feira, embora ainda não vá orientar a equipa no jogo do próximo sábado no Mónaco, diante da equipa de Leonardo Jardim. Neste sentido, o primeiro jogo orientado por Paulo Sousa deverá ser a 17 de março, em casa, frente ao Rennes.

À espera do antigo internacional português está um clube que tem uma reestruturação em marcha e que pretende, a curto/médio prazo garantir a qualificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões, um objetivo que implica no mercado de verão fazer uma ampla reestruturação no plantel.

Segundo o jornal francês L'Équipe, Paulo Sousa irá chegar a Bordéus com os seus três adjuntos: Víctor Sánchez Lladò, Rafael Maldonado e Manuel Cordeiro.

Este será o nono clube da carreira do treinador português, depois de Queens Park Rangers, Swansea e Leicester (Inglaterra), Videoton (Hungria), Basileia (Suíça), Fiorentina (Itália) e Tianjin Quanjian (China), de onde no final do ano de 2018.

Paulo Sousa foi campeão na Suiça e em Israel, tendo ainda conquistado uma Taça israelita, uma Taça e uma Supertaça da Hungria-

Mais Notícias

Outras Notícias GMG