PSG nega "categoricamente" participação em viciação de resultados

Campeão francês diz-se "à disposição dos investigadores e não irá tolerar que a sua reputação ou dos seus dirigentes seja posta em causa". O português Antero Henrique é o diretor desportivo do emblema parisiense

O Paris Saint-Germain (PSG) negou esta sexta-feira "categoricamente" qualquer tipo de intervenção direta ou indireta numa alegada viciação do resultado da partida da Liga dos Campeões frente ao clube de futebol sérvio Estrela Vermelha, disputada a 3 de outubro.

"O PSG está à disposição dos investigadores e não irá tolerar que a sua reputação ou a dos seus dirigentes seja posta em causa", pode ler-se em nota divulgada pelo clube parisiense, admitindo a possibilidade de recorrer aos tribunais neste caso.

Antes, o Estrela Vermelha rejeitou também as suspeitas de possível viciação do resultado do jogo da Liga dos Campeões de futebol frente ao PSG, que terminou com triunfo dos franceses por 6-1, com hattrick do brasileiro Neymar.

"O Estrela Vermelha rejeita as suspeitas relativas ao jogo (...) bem como o envolvimento de alguém no seio do clube em atos contrários à honra", indicou o clube de Belgrado, em comunicado.

As autoridades francesas abriram uma investigação à possível viciação do resultado do jogo PSG-Estrela Vermelha, noticiou hoje a AFP, citando fonte próxima do processo.

A agência noticiosa francesa confirmou a informação veiculada inicialmente pelo jornal desportivo L´Équipe, segundo o qual a UEFA avisou as autoridades daquele país sobre a possibilidade de viciação do jogo da segunda jornada do Grupo C da competição.

As suspeitas incidem sobre um dirigente do clube sérvio, que apostou uma quantia muito elevada na derrota da própria equipa por uma diferença de cinco golos, no encontro disputado em 03 de outubro, em Paris, arbitrado pelo português Artur Soares Dias.

De acordo com o L´Équipe, o dirigente sérvio do Estrela Vermelha usou vários cúmplices para a realização das apostas, que atingiram vários milhões de euros.

"O Estrela Vermelha aguarda que a verdade seja reposta o mais rapidamente possível", indicou o clube.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG