Oficial: Bruma reforça PSV Eindhoven

Extremo internacional português foi anunciado esta sexta-feira como reforço dos holandeses, que ganharam a corrida ao FC Porto

"Bruma chegou". Foi assim que o extremo internacional português e o PSV Eindhoven assinalaram o acordo por cinco temporadas. O antigo jogador dos alemães do Leipzig, 24 anos, esteve com um pé no FC Porto mas acabou por rumar ao clube holandês.

"O PSV queria-me há algum tempo e esse interesse sempre me agradou, porque Romário e Ronaldo jogaram aqui. Vi muitas imagens de ambos. É bom estar aqui agora. Espero dar o próximo o próximo passo no meu desenvolvimento aqui e voltar à seleção nacional", confessou o jogador, em declarações reproduzidas pelo site do PSV.

"Bruma torna a nossa equipa um pouco mais completa. É um jogador com qualidade individual. A maneira como ele joga certamente que vai cativar o público", afirmou o diretor técnico John de Jong.

"Um jogador da qualidade de Bruma encaixa perfeitamente na forma como jogamos. Temos mais uma opção e isso é bom, considerando também o interesse de outros clubes nos nossos jogadores. Bruma tem apenas 24 anos, mas já tem muita experiência. Já participou em várias competições e sabe o que envolve o futebol internacional", destacou o treinador Mark van Bommel.

Segundo o agente do jogador, Catio Baldé, dirigentes do clube holandês estiveram na madrugada desta quarta-feira em Lisboa para reunir com o ainda futebolista do Leipzig e terão apresentado uma proposta superior à do FC Porto, emblema pelo qual o extremo tinha praticamente tudo acertado.

O PSV não divulgou os valores do negócio, mas deverá pagar 15 milhões de euros ao Leipzig.

Armindo Tué Na Bangna, conhecido por Bruma, é um produto da formação do Sporting. Chegou com treze anos de idade em 2007 e galgou todas as categorias até à equipa principal em 2013. Depois surgiu o interesse de alguns grandes clubes europeus e as polémicas sucederam-se. Primeiro por causa do empresário. A mãe assinou com um e o pai com outro, o que levou a uma queixa de sequestro no dia em que fez 16 anos. Nené Oliveira, mãe adotiva de Bruma, apresentou uma queixa-crime contra o Sporting, alegando que o filho estava sequestrado na Academia, em Alcochete, para impedirem que ele assinasse pelo Manchester City. Afinal ele estava em Alvalade a assistir a um jogo da equipa principal.

Depois passou por uma polémica contratual com os leões. No início da temporada de 2013-14, Bruma não se reapresentou ao clube por orientação dos seus representantes, que defendiam que o contrato tinha terminado. O clube, por sua vez, afirmou que seu contrato terminaria em 2014, argumento que foi aceite pela Comissão Arbitral Paritária. Acabou por voltar, mas por pouco tempo. Em 3 de setembro de 2013 Bruma é anunciado oficialmente contratado pelo Galatasaray da Turquia com um vínculo de cinco anos, por 10 milhões de euros, mais variáveis e uma cláusula anti-rivais que o impedia de regressar a Portugal para jogar no FC Porto, Benfica e Sp. Braga.

Após um ano emprestado ao Real Sociedad para a época (2015-16) voltou à Turquia para ser vendido ao Leipzig. O avançado português assinou por cinco épocas e o clube alemão pagou pela sua transferência 15 milhões de euros. Na Alemanha desde o verão de 2017, o atacante de 24 anos participou em apenas 27 dos 52 jogos do emblema germânico em 2018-19, tendo apontado três golos.

Bruma soma sete internacionalizações (e um golo) pela seleção nacional, todas nos últimos dois anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG