O Sporting pós-Peseiro, o Real pós-Lopetegui e Rafael Leão contra Mbappé

Jogos em destaque nas principais ligas europeias este fim de semana englobam um duelo de candidatos em Inglaterra, a tentativa de reação do Benfica à primeira derrota interna e o Cagliari no caminho de Ronaldo

Paris SG-Lille, Ligue 1, Sexta-feira, 19.45, ElevenSports3
Rafael Leão contra Mbappé e Neymar. No percurso imaculado do super PSG na Ligue1 francesa, o opositor que se segue é o segundo classificado (a uma boa distância, oito pontos) Lille, a equipa com mais portugueses no plantel e que tem como diretor desportivo Luís Campos. Além do ex-sportinguista Rafael Leão, que se estreou a titular e marcou o golo da vitória no último jogo com o Caen, a equipa treinada por Cristophe Galtier conta ainda com os irmãos José e Rui Fonte e o médio Xeka para tentar travar o PSG do técnico alemão Thomas Tuchel que vai 100% vitorioso, com 11 triunfos em 11 jornadas (igualando um recorde entre as cinco principais ligas europeias), melhor ataque, melhor defesa, melhor marcador (Mbappé, com Neymar logo atrás) e melhor assistente (Di María). Conseguirá o Lille impor a primeira contrariedade interna aos parisienses?


Benfica-Moreirense, I Liga, Sexta-feira, 20.30, BTV
Os encarnados regressam a casa depois da primeira derrota no campeonato - na jornada anterior, frente ao Belenenses, no Jamor - que valeu a perda da liderança e o visível aumento de contestação ao técnico Rui Vitória, com vários lenços brancos nas bancadas e adeptos a desertarem ao intervalo. Ver qual a receção das bancadas da Luz à equipa e ao técnico esta sexta-feira é um dos pontos de discussão desta partida frente ao Moreirense, na qual o Benfica está, por isso, absolutamente proibido de voltar a desiludir. Sem Seferovic nas opções, lesionado, expectativa em redor do possível regresso de Jonas e/ou Ferreyra ao onze titular de Rui Vitória, contra um Moreirense que está a fazer um bom início de prova, situado a meio da tabela mesmo tendo já defrontado Sporting e FC Porto pelo caminho. Na Luz, a equipa de Ivo Vieira completa a trilogia dos grandes, contra os quais ainda não pontuou.

Bournemouth-Manchester United, Premier League, Sábado, 12.30, SportTV2
Na sua quarta temporada consecutiva na Premier League, o Bournemouth de Eddie Howe vai sendo uma ode à estabilidade, com o jovem técnico inglês a conseguir renovar ano após ano a afirmação da equipa entre a elite do futebol inglês. Neste início de nova época, o Bournemouth lá está, no primeiro terço da tabela (6.º), como o líder do pelotão que não aspira ao título. À frente mesmo do Manchester United de José Mourinho, que este sábado recebe no velhinho Dean Court (estádio construído em 1910 e renovado em 2001). Para os red devils, depois da vitória sobre o Everton de Marco Silva na jornada anterior, a difícil saída é a oportunidade para construir uma rara sequência de tranquilidade antes do dérbi de Manchester contra o City de Guardiola, na jornada seguinte.


Wolfsburg-Borussia Dortmund, Bundesliga, Sábado, 14.30, ElevenSports4
Apesar do tropeço na jornada anterior, com um empate a 2-2 na receção ao Hertha, o Borussia Dortmund continua como líder e única equipa ainda invicta na Bundesliga, ao fim de nove jornadas. Mais do que isso, a turma do suíço Lucien Favre é um regalo para os olhos dos adeptos que gostam de ver bom futebol ofensivo, projetando esta época nomes como o do jovem extremo inglês Jadon Sancho ou do goleador espanhol Paco Alcácer. Com um média de 3,2 golos marcados por jornada, a máquina amarela visita este sábado a cidade da Volkswagen, para testar um Wolfsburgo que segue no meio da tabela (10.º) e tem no gigante holandês Wout Weghorst (1,97m) um ponta de lança com pé quente.

Real Madrid-Valladolid, LaLiga, Sábado, 15.15, ElevenSports1
No primeiro jogo pós-Lopetegui para a Liga espanhola, o Real Madrid tem na receção ao Valladolid, no Santiago Bernabéu, uma oportunidade para relançar a campanha no campeonato, onde o desastroso trajeto com o antigo técnico deixou de conhecer o sabor da vitória há cinco jornadas e acumulou três derrotas consecutivas nas últimas três partidas - culminando com a goleada sofrida no Camp Nou na semana passada. Prova dessa carreira atípica é o facto de a equipa do Valladolid entrar este sábado no palco madridista à frente dos anfitriões na tabela, em sexto lugar, contra o surreal nono lugar dos merengues ao fim de dez jornadas. Solari, que se estreou a meio da semana, para a Taça, como treinador interino do Real, frente ao modesto Melilla, tem a missão de devolver a ilusión desfeita por Lopetegui enquanto Florentino Perez não encontra outro treinador. E, quiçá, marcar pontos nessa equação. Para já, lançou o charme ao presidente e aos adeptos dando palco ao brasileiro Vinicius Jr. (ostracizado por Lopetegui) no jogo da Taça. E na liga, como será?

Arsenal-Liverpool, Premier League, Sábado, 17.30, SportTV2
Jogo grande do fim de semana em Inglaterra, entre dois históricos aspirantes ao título que tentam este ano acabar com os respetivos longos jejuns na Premier League. Depois de duas derrotas nas primeiras duas jornadas do campeonato, que fizeram logo questionar a escolha do sucessor do histórico Arsène Wenger, o Arsenal do espanhol Unai Emery encetou uma série de 11 vitórias consecutivas, em todas as competições, que só terminou na jornada passada, com o empate na visita ao terreno do Crystal Palace. Mas o entusiasmo está em alta no Emirates Stadium, que este sábado recebe a visita do Liverpool, um dos líderes invictos da prova, a par do Manchester City. A equipa de Jurgen Klopp tem estado bastante consistente e ainda só concedeu quatro golos e dois empates - com o City e o Chelsea, as outras equipas sem derrotas na Premier League. Agora visita o Arsenal que, à exceção da derrota inaugural frente ao Man City (0-2), marcou sempre pelo menos dois golos em todas as jornadas que se seguiram.

Marítimo-FC Porto, I Liga, Sábado, 18.00, SportTV1
Recuperada a liderança (partilhada com o Sp. Braga), na última jornada, com a vitória sobre o Feirense a aproveitar o tombo do Benfica no Jamor, o FC Porto coloca a solidez do primeiro lugar à prova na Madeira, frente a um Marítimo que está em queda livre na tabela, com três derrotas consecutivas e quatro jornadas sem ganhar. Nos dragões, curiosidade para ver até onde estica a renovada confiança de Sérgio Conceição no espanhol Óliver Torres, que, resgatado de longo ostracismo, tem brilhado nas últimas partidas. Nos insulares, o técnico Cláudio Braga terá aqui uma oportunidade para dilatar um prazo de validade que parece estar a ficar ameaçado à frente da equipa.


Juventus-Cagliari, Série A, Sábado, 19.30, SportTV3
Apesar de todos os imbróglios fora de campo e da fase inicial de adaptação a um novo campeonato, aos 33 anos, Cristiano Ronaldo já entrou em modo "besta" nos últimos jogos, começando já a ameaçar recordes na Juventus e na Série A italiana. O avançado português, que marcou os dois golos da vitória em Empoli na semana passada, já saltou para o segundo lugar da tabela dos marcadores (com 7), a dois golos do polaco Piatek, do Génova, e igualou um recorde goleador de arranque de época na Vecchia Singora que tinha já 60 anos. Com a Juventus disparada no topo, apenas com um empate em dez jornadas, Ronaldo e c.ª têm o modesto Cagliari pela frente, este sábado, em Turim, para poderem ampliar as marcas de um belo início de época, em vésperas do regresso à Liga dos Campeões (receção ao Manchester United na 4.ª feira).

Wolverhampton-Tottenham, Premier League, Sábado, 19.45, SportTV2
O bom começo de campeonato do Wolverhampton conheceu um travão nas últimas duas rondas, com dois desaires consecutivos, e é nesse contexto que chega ao Molineux um dos candidatos ao top4 da Premier League, o Tottenham de Mauricio Pochettino. Para os "lobos" de Nuno Espírito Santo, é um teste exigente à capacidade de Rui Patrício, Ruben Neves, João Moutinho e c.ª para reagir à primeira fase negativa da temporada, mas também uma bela oportunidade para devolver moral às tropas. Um duelo entre duas equipas que gostam de tratar bem a bola mas também de manter os equilíbrios posicionais, concedendo poucas chances de golo aos rivais (o Tottenham tem oito golos sofridos e o Wolverhampton apenas mais um, ambos com médias inferiores a um golo por jogo).

Santa Clara-Sporting, I Liga, Domingo, 17.30, SportTV1
A fechar este cartaz de fim de semana está o primeiro jogo do Sporting após o despedimento de José Peseiro, que reabriu um estado de crise que já se pressentia a chegar, mais tarde ou mais cedo. Rebentou agora, após a derrota caseira frente ao Estoril para a Taça da Liga e antes de uma difícil sequência de partidas, que se inicia este domingo nos Açores e se prolonga a meio da próxima semana com a visita ao Arsenal, na Liga Europa. Para já, enquanto não há substituto anunciado para Peseiro, cabe a Tiago Fernandes, filho da antiga glória leonina Manuel Fernandes, orientar a equipa em Ponta Delgada, onde o Sporting vai defrontar uma das boas surpresas de início de campeonato: o recém-promovido Santa Clara, de João Henriques, que entra em campo apenas dois pontos atrás da equipa leonina na tabela - os açorianos são sextos, enquanto os de Alvalade seguem em quinto, ainda com os líderes à vista (a dois pontos). Conseguir evitar danos classificativos nesta transição é o maior desafio aos leões nesta altura.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG