Nurmagomedov pode ficar sem o título devido às agressões pós-combate

Lutador russo, que bateu o irlandês Conor McGregor pelo título de peso-leve no UFC, em Las Vegas, já pediu desculpa por ter perdido a cabeça no final

Mal foi dado como vencedor do combate, Khabib Nurmagomedov saltou para fora do octógono em perseguição do parceiro de treino do irlandês, Dillan Dennis, enquanto três elementos da equipa do lutador russo entraram no recinto de luta para agredirem McGregor, instalando uma confusão generalizada na T-Mobile Arena, em Las Vegas, nos EUA.

Como consequência disso, o presidente do UFC, Dana White, decidiu não proceder à entrega do cinturão de campeão a Khabib, por razões de segurança, e avisa que o russo pode mesmo perder o título, devido aos incidentes que provocou no final.

"Não posso assegurar a 100% que ele continue a ser o campeão. Não é por mim que ele tem de se preocupar. A investigação está a ser feita pela Comissão Atlética de Nevada. Pode haver sanções, multas, suspensões... podemos imaginar tudo. O governador estava aqui e saiu a correr do edifício. Isso não é bom", disse.

Dana White manifestou-se "enojado" pelos acontecimentos finais e disse que "três dos elementos do Khabib [que atacaram McGregor] foram detidos". "Vai haver acusações lançadas contra eles, tenho a certeza. Eles podem nunca mais ter o visto para voltar a entrar no país", referiu. No entanto, os três homens foram posteriormente libertados, após Conor McGregor decidir não apresentar queixa.

"O meu pai vai dar cabo de mim"

Khabib Nurmagomedov, entretanto, já pediu desculpa pelos incidentes que provocou após a luta. ""Peço desculpa Las Vegas, peço desculpa Nevada. Eu não sou assim, estava de cabeça quente. Este desporto é respeito, as pessoas não podem dizer lixo. Quero mudar este desporto e quero que as pessoas não digam lixo. Peço desculpa pelo que aconteceu depois da luta. O meu pai vai dar cabo de mim quando chegar a casa. Por favor não me tirem o título, não era eu. Sou humano e todos cometemos erros. Peço desculpa Las Vegas, peço desculpa Nevada. Perdão a todos", disse, revelando ainda que o presidente russo, Vladimir Putin, lhe deu os parabéns pela vitória. "As pessoas vão culpá-lo a ele e não ao McGregor por insultar-me", lamentou.

Recorde-se que a preparação deste combate ficou marcada por vários momentos de tensão entre os dois lutadores. Em abril passado, o irlandês atacou o autocarro onde seguia Nurmagomedov, à saída do Barclays Center de Nova Iorque, arremessando vários objetos pesados contra os vidros, o que provocou mesmo ferimentos em alguns dos lutadores que estavam dentro da viatura.

Na pesagem anterior ao combate, McGregor também tinha tentado atingir o russo com um pontapé. Dentro do octógono, Khabib superiorizou-se ao irlandês, que já não competia há dois anos, e manteve a invencibilidade no UFC, agora com 27 vitórias. Resta saber se o título não lhe vai ser retirado, após a investigação a levar a cabo pela Comissão Atlética do Nevada aos incidentes ocorridos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG