Mustafá foi recebido em apoteose no jogo de futsal

Libertado na tarde desta quinta-feira, o líder da Juve Leo já voltou às bancadas para apoiar o Sporting em jogo da Ronda da Elite da Liga dos Campeões de futsal

O chefe da claque leonina foi recebido em apoteose no pavilhão João Rocha, onde esta noite se disputa o jogo entre o Sporting e o Sibiryak.

Os restantes elementos da Juventude Leonina presentes nas bancadas dedicaram mesmo algumas músicas a Mustafá na parte inicial da partida, saudando o regresso do líder que, tal como o ex-presidente Bruno de Carvalho, esteve detido entre a noite de domingo e a tarde desta quinta-feira, na sequência da investigação ao ataque à Academia de Alcochete, em maio passado.

Recorde-se que o juiz de instrução do tribunal do Barreiro considerou que não existem indícios fortes para aplicar medidas de coação máxima, prisão domiciliária ou preventiva, tanto a Bruno de Carvalho como a Mustafá, acusados pelo Ministério Público de 57 e 58 crimes, respetivamente.

Ficaram ambos sujeitos a uma caução de 70 mil euros e a apresentações diárias aos órgãos de polícia criminal. À saída do tribunal, Mustafá disse aos jornalistas que não é "terrorista nem traficante": "Acha que eu saio satisfeito daqui? Claro que não. Isto falhou tudo. Vejam o processo, isto falhou tudo. Você acha que isto foi justo? Não tenho nada a ver com isto. Não sou terrorista nem sou traficante", afirmou o líder da Juve Leo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG