Milwaukee Bucks: o efeito Antetokounmpo, 45 anos depois de Kareem

Os Milwaukee Bucks asseguraram o estatuto de melhor equipa da fase regular da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), o que não acontecia desde 1974

Da última vez em que a equipa de Milwaukee entrou nos playoffs da NBA com o melhor registo da fase regular, ainda jogava pelos Bucks um tal de Kareem Abdul-Jabbar, que resiste como o melhor marcador da história da liga. Nesse ano de 1974, a formação do Wisconsin viu ainda Kareem ser eleito o melhor jogador da competição (MVP) e chegou às Finais do campeonato, onde perdeu na negra (3-4) frente aos Boston Celtics.

De então para cá, não mais os Milwaukee Bucks tinham conseguido a honra de terminar a fase regular da NBA com o melhor registo de vitórias. Ou tão pouco como a melhor equipa da sua conferência (competiam na de Oeste em 1974, mas a partir de 1980 passaram a figurar na de Este). Kareem Abdul-Jabbar saiu no ano seguinte para os LA Lakers e os Bucks foram definhando para uma longa travessia no deserto.

Até agora. Até ao fenómeno Antetokounmpo, que devolveu os Milwaukee Bucks ao lado mais brilhante da NBA. O extremo grego - Giannis Antetokounmpo -, que é um dos favoritos ao prémio de MVP da temporada, voltou a destacar-se pela formação do estado de Wisconsin na última jornada (madrugada de sexta-feira em Portugal), ao liderar a equipa com uma exibição impressionante em casa dos Philadelphia 76'ers, um dos principais rivais na conferência Este e onde joga outro dos principais candidatos a MVP, Joel Embiid.

No eletrizante duelo de candidatos, os dois gigantes proporcionaram um grande espetáculo, com Antetokounmpo a levar a melhor com 45 pontos, 13 ressaltos e seis assistências, que o converteram no primeiro jogador desde o lendário Michael Jordan, em 1989, a somar um registo igual ou superior a 45 pontos, dez ressaltos e cinco assistências sem qualquer perda de bola. Os Bucks, que ganharam por 128-122, garantiram o melhor registo da liga na fase regular.

Com 59 vitórias e 20 derrotas em 79 jogos (faltam jogar apenas três), os Bucks asseguraram também a vantagem caseira na totalidade dos playoffs, que arrancam em 13 de abril e para o qual já estão também apurados, na conferência Este, os Toronto Raptors, Philadelphia 76'ers, Boston Celtics e Indiana Pacers, restando apurar três vagas até ao fim da fase regular.

"É espetacular. Tem sido uma longa jornada de seis anos e é realmente espetacular", reagiu o extremo-base-poste (na realidade, é isso tudo) grego no final da partida. "Já disse muitas vezes que não gosto de falar de mim e se sou ou não o MVP. Se ganharmos jogos tudo o resto acontecerá naturalmente", acrescentou. "Este jogo pareceu claramente uma afirmação. Aos nossos olhos ele é o MVP, seguramente", disse, por sua vez, o técnico dos Bucks, Mike Budenholzer.

A expetativa cresce a olhos vistos em Milwaukee. Será Antetokounmpo capaz de emular os feitos de Kareem e guiar os Bucks até ao título de campeões? Até agora, isso aconteceu apenas por uma vez na história, com o lendário poste na equipa, em 1971.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG