Messi marcou e o Barcelona festejou o título de campeão espanhol

Equipa catalã com o português Nélson Oliveira a titular venceu o Valhadolid graças a um golo de Messi e a festa rebentou em Camp Nou. Foi o 26.º título da história dos blaugrana que esta época ainda podem conquistar a Taça do Rei e a Liga dos Campeões.

O Barcelona sagrou-se este sábado campeão espanhol de futebol ao receber e vencer em Camp Nou o Valhadolid, por 1-0. A equipa treinada por Ernesto Valverde, onde joga o português Nélson Semedo, soma neste momento 83 pontos, mais nove do que o Atlético Madrid, segundo classificado, quando ainda faltam cumprir três jornadas na liga espanhola.

Dada a proximidade do jogo com o Liverpool (quarta-feira), da primeira mão da meia-final da Liga dos Campeões, o técnico do Barcelona resolveu poupar Messi e Busquets de início. Mas Nélson Semedo foi titular no lado direito da defesa dos blaugrana. O craque argentino, contudo, entrou logo após o intervalo e foi ele que inaugurou o marcador em Camp Nou, aos 62 minutos.

O clube catalão conquistou o 26.º título da sua história (ainda longe dos 33 do Real Madrid), o segundo consecutivo e o oitavo nos últimos 11 anos, o que mostra bem o domínio dos blaugrana no campeonato do país vizinho. Esta temporada, o Barcelona pode ainda alcançar o triplete, dado que pode juntar ao título de campeão a Taça do Rei e a Liga dos Campeões.

Tal como em anos anteriores, este título de campeão teve muita influência de Lionel Messi, a grande estrela da equipa catalã, que esta época se exibiu a um nível muito alto. Prova disso são os 34 golos que já marcou no campeonato e as 14 assistências (Suárez soma 20 e seis assistências), números impressionantes que foram determinantes na conquista de mais este troféu.

Com mais esta conquista, Lionel Messi aumentou a sua conta pessoal de títulos ganhos ao serviço do Barcelona, num total de 34 - 10 campeonatos espanhóis, 8 Supertaças de Espanha, 6 Taças do Rei, 4 Ligas dos Campeões, 3 Supertaças Europeias e 3 Mundiais de Clubes. Já o defesa português Nelson Semedo, de 25 anos, que se transferiu para o Barcelona no início da época passada, já vai em quatro taças - 2 campeonatos espanhóis, 1 Taça do Rei e 1 Supertaça de Espanha.

Este é o segundo título consecutivo conquistado por Ernesto Valverde no Barcelona, ele que chegou ao clube na época passada, oriundo do Athletic Bilbau, para render Luis Enrique, e que nem sempre teve os adeptos ao seu lado.

No início desta temporada, revelou-se mais interventivo do que na anterior e mudou o sistema de jogo da equipa, recuperando o 4X3X3, mas mantendo os jogadores nucleares como Ter Stegen, Alba, Piqué, Rakitic, Messi e Suárez, aos quais juntou sangue novo, com Arthur e Lenglet como casos de maior sucesso, e Dembélé e Coutinho a alternarem.

Nélson Semedo foi também um dos mais utilizados, tendo participado em 24 dos 35 jogos já disputados no campeonato, 18 como titular, tendo marcado um golo (na vitória por 2-0 diante do Girona). O internacional português ex-Benfica apresenta um dado curioso - sempre que jogou, o Barcelona nunca perdeu (18 vitórias e seis empates).

O Barcelona é a terceira equipa a festejar o título esta temporada nas cinco principais ligas, depois da Juventus em Itália e do Paris Saint-Germain em França. Na liga grega, o PAOK dos portugueses Vieirinha e Sérgio Oliveira também já celebrou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG