Marcelo paga 105 mil euros por excesso de velocidade e carta de condução inválida

O jogador do Real Madrid foi apanhado no dia 19 de dezembro, pela polícia, nos arredores de Madrid.

Uma multa pesada. Marcelo, jogador do Real Madrid, aceitou pagar uma multa de 350 euros por dia durante 10 meses, o que equivale a 105 mil euros, após ter sido apanhado a conduzir em excesso de velocidade e sem ter carta de condução válida (sem pontos na carta de condução).

O incidente ocorreu no dia 19 de dezembro pelas 11 horas, perto do centro de treinos de Valdebebas, Madrid. O jogador foi mandado parar pela Guarda Civil quando seguia em excesso de velocidade (134 km/h).

Como já não era a primeira infração, o brasileiro ficou proibido de dirigir e o caso seguiu para tribunal, onde foi condenado a pagar 157 mil euros, referente a uma multa diária de 350 euros durante 15 meses. No entanto, um acordo feito pelo advogado de defesa do jogador e o Ministério Público, permitiu reduzir a pena para 10 meses ao invés dos 15 meses iniciais.

O lateral esquerdo do Real Madrid já é um reincidente em infrações graves ao código da estrada. Em 2013 esteve envolvido noutra polémica ao conduzir sem ter pontos na carta de condução, tendo pago 6 mil euros de multa.

Marcelo não é o primeiro jogador do clube espanhol a ser apanhado em excesso de velocidade. Também os seus colegas Karim Benzema e James Rodríguez já foram caçados a ignorar o código da estrada espanhol.

O jogador está em quarentena, tal como o plantel merengue, depois de um atleta da equipa de basquetebol ter acusado positivo para o coronavírus.

Mais Notícias