Manchester City não quis facilitar e esmagou Schalke 04 por 7-0

Apesar da vitória na primeira mão, a equipa de Guardiola não deu hipóteses e igualou recorde do Bayern Munique. Bernardo Silva marcou, mas Sané, ex-jogador dos alemães, foi a figura maior dos citizens

O Manchester City não deu quaisquer hipóteses ao Schalke 04, esta terça-feira, na segunda mão dois oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Apesar da vitória na Alemanha, por 3-2, a equipa de Pep Guardiola manteve um nível altíssimo durante todo o encontro e venceu por estrondosos 7-0.

Apesar do expressivo resultado, a marcha do marcador começou apenas aos 35', quando Bernardo Silva sofreu falta dentro da área. Chamado a conversão, Aguero mostrou classe e tranquilidade, fazendo um golo com um penálti à Panenka. Três minutos depois, o avançado argentino aumentou a vantagem da equipa de Manchester, ao fazer o 2-0.

Em cima do intervalo, começou a exibição extraordinária de Leroy Sané contra a equipa ao serviço da qual deu nas vistas da Alemanha, com exibições que lhe valeram a transferência para Inglaterra. E se na primeira mão marcou um grande golo no estádio onde tantos jogos disputou, hoje voltou a uma prestação de encher o olho. Aos 42', Sané fez o 3-0.

No segundo tempo, Sané esteve em mais três golos, ao servir com qualidade para golos dos colegas. Aos 56', um passe extraorinário do alemão de 23 anos deixou Sterling à vontade para fazer o 4-0. E quinze minutos depois, foi a vez do português Bernardo Silva, titular na equipa de Guardiola, aproveitar um passe de Sané para fazer golo.

Aos 78', Phil Foden, que saiu do banco, ultrapassou sem dificuldades Fahrmann, guarda-redes dos alemães. antes de fazer o sexto golo do encontro. No entanto, o inglês de 20 anos apenas apareceu na cara do golo porque... Sané o isolou.

A fechar, Gabriel Jesus, após passe de Bernardo Silva, fez o sétimo golo do Manchester City.

City iguala feitos do Bayern. Schalke não bate recorde negativo do Sporting

Feitas as contas, o Manchester City alcança vários recordes. Primeiro, iguala o Bayern Munique na maior goleada aplicada nesta fase da prova. Em 2012, os bávaros venceram o Basileia por 7-0, resultado que repetiram frente ao Shakhtar, em 2015.

Tendo em conta os resultados totais das eliminatórias, o agregado de 10-2 (que já aconteceu por três vezes nesta fase a Champions) entre Manchester City e Schalke 04 apenas fica atrás de um confronto de má memória para Portugal. Neste ranking, o Bayern Munique também lidera, depois de 2008/2009 ter conseguido um resultado agregado de 12-1 frente ao Sporting.

Desde o seu 'renascimento', o Manchester City apenas por uma vez chegou às meias-finais da Liga dos Campeões, em 2015/2016, onde foi eliminado na altura pelo Real Madrid. Mesmo contra um Schalke 04 que nesta altura da Bundesliga está mais preocupado em fugir aos lugares de descida, a equipa de Guardiola não mostrou qualquer misericórdia, deixando antever boas prestações para o que resta da campanha europeia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG