Leonardo Jardim pode estar a caminho do futebol chinês

Treinador português, que abandonou o Mónaco já esta época, próximo de assinar pelo Dalian Yifang FC, equipa onde joga o ex-benfiquista Gaitán

Depois de ter rejeitado propostas anteriores para se mudar para a China, Leonardo Jardim volta a ser colocado na rota da Superliga chinesa, onde poderá juntar-se a Vítor Pereira, técnico português atualmente campeão pelo Shanghai SIPG.

Segundo notícias veiculadas em França e em Itália, o antigo treinador do Mónaco está muito perto de assinar pelo Dalian Yifang FC, clube que tem um projeto ambicioso para conquistar o domínio do futebol chinês e asiático.

Ao que o DN sabe, o técnico madeirense de 44 anos recebeu efetivamente um convite do clube chinês, mas ainda não o aceitou, estando a ponderar uma decisão.

O Dalian Yifang já tinha tentado o técnico português anteriormente e terá também procurado convencer o brasileiro Luiz Felipe Scolari, tricampeão com o Guangzhou Evergrande entre 2015 e 2017, atualmente no Palmeiras.

Em Portugal, como treinador principal, Jardim orientou o Camacha, o Chaves, o Beira-Mar, o Braga e o Sporting.

A concretizar-se este acordo, Leonardo Jardim sucederá ao alemão Bernd Schuster e encontrará na equipa de Dalian o ex-benfiquista Nico Gaitán e o belga Ferreira-Carrasco, seu antigo jogador no Mónaco.

Depois de ter deixado o clube francês, em meados de Outubro, Leonardo Jardim viu também o seu nome associado a vários outros clubes, como o Leicester, o Real Madrid e o clube árabe Al-Nassr. Chegou mesmo a ver um jogo em Riade, mas recusou a oferta do emblema saudita onde está nesta altura Hélder Cristóvão.

Agora, caso assine pelo Dalian Yifang, Jardim voltará ao ativo no outro lado do mundo, longe do palco europeu que ele assumira como o seu preferencial para dar seguimento à carreira quando, em março passado, deu uma entrevista à France Football a explicar por que tinha renovado pelo Mónaco.

"O salário não é tudo. Recusei uma grande proposta da China porque continuo ambicioso e viso o mais alto nível europeu. Cada um tem a sua metodologia, as suas qualidades. Mas nunca penso que alguém é melhor do que eu", disse então.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG