Juve vence Inter, mas Ronaldo acaba com série de 11 jogos a marcar

A Juventus venceu por 2-0 e recuperou a liderança em Itália. CR7, que fez o jogo 1000 da carreira, assistiu para o primeiro golo e Dybala fez depois uma obra de arte. (Veja os golos)

Uma semana e meia depois Juventus e Inter Milão voltaram a entrar em campo para disputar um jogo. As duas equipas foram forçadas a uma paragem maior do que o previsto devido ao coronavírus, que tem paralisado a Itália. Foi por causa da doença que o clássico entre as duas equipas foi disputado sem público nas bancadas, conforme determinação das autoridades.

Na prática, aquele que era um jogo importantíssimo para a discussão do título disputou-se com um ambiente de treino... uma vez que as cadeiras da Juventus Arena estavam vazias. Apesar da ausência do calor dos adeptos, a Juve venceu o Inter por 2-0 e aumentou para nove pontos a diferença entre as duas equipas, embora os nerazzurri tenham ainda um jogo a menos, nesta Série A completamente retalhada devido ao Covid-19.

Só que a grande notícia deste jogo foi Cristiano Ronaldo que, talvez por causa da paragem forçada, viu quebrada a série de 11 jogos que levava a marcar no campeonato italiano, uma sequência que durava desde o dia 1 de dezembro, quando faturou no empate caseiro com o Sassuolo. Foi o início de uma impressionante série de 16 golos, que este domingo com o Inter não teve sequência, apesar de nos instantes finais ter desperdiçado duas grandes oportunidades para marcar, com a bola a sair junto ao ferro.

Uma sequência quebrada logo no milésimo jogo da carreira de CR7, que o próprio assinalou nas redes sociais, dizendo estar "orgulhoso" de estar ao mais alto nível durante tantas partidas.

Ainda assim, Ronaldo foi um jogador decisivo no clássico, pois aos 54 minutos tocou a bola para que o galês Aaron Ramsey rematasse para o primeiro golo da partida. A Juventus chegava a uma vantagem que fez por merecer, tendo em conta o maior pendor ofensivo da equipa de Maurizio Sarri.

O golo da tranquilidade foi alcançado pelo génio do argentino Paulo Dybala, que arrancou quase do meio-campo, foi passando por adversários, tabelou com Ramsey, e bateu o guarda-redes Handanovic.

Este 2-0 permite à Juventus ultrapassar a Lazio que comandava a Série A por ter vencido o Bolonha e por essa razão ter um jogo a mais. A vecchia signora tem agora 63 pontos, mais um que os laziale e mais nove que o Inter, que tem uma partida em atraso.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG