Jovens campeões europeus portistas recebidos em euforia

A equipa de sub-19 do FC Porto, que na segunda-feira venceu a UEFA Youth League, foi recebida no aeroporto Sá Carneiro, no Porto por centenas de adeptos

O 'capitão' Diogo Queirós foi o porta-voz do FC Porto, que na segunda-feira se tornou a primeira equipa portuguesa a vencer a prova, ao impor-se por 3-1 aos ingleses do Chelsea, na final realizada em Nyon, na Suíça, partilhando com os adeptos o inédito troféu.

"Estamos muito felizes e muito orgulhosos por termos feito história pelo nosso clube e pelo nosso país. Esta receção é perfeita, estamos muito felizes por estas pessoas estarem aqui. Deixa-nos com motivação extra para continuarmos a vencer e a conquistar mais coisas", disse o jogador, visivelmente emocionado com a receção.

O defesa portista, de 20 anos, revelou ainda o significado da conquista do troféu: "Com esta vitória queremos que as pessoas valorizem mais a formação do FC Porto e de Portugal. Temos muito valor e estamos aqui para singrar no futebol profissional".

Romário Baró também falou aos jornalistas e manifestou-se ainda incrédulo com a conquista do título europeu do escalão.

"É uma sensação inexplicável. É incrível. Isto é o FC Porto. Só temos de agradecer e continuar a trabalhar", disse o atleta, que admitiu ainda querer "chegar à equipa principal", prometendo "lutar por isso".

Fábio Silva, à chegada do aeroporto, afirmou que acredita que a "oportunidade de jogar no Estádio do Dragão vai chegar" lembrando, no entanto, que, para já, não pensa nisso.

"Estou focado no FC Porto e não penso em contratos e transferências, tenho pessoas que tratam disso. O importante é trabalhar dentro de campo e a minha oportunidade vai chegar, mais cedo ou mais tarde. Quando vim do Benfica para aqui fiquei logo com esse pensamento. Quero jogar no Estádio do Dragão. É um sonho e trabalho para isso. Quero ajudar com golos e assistências e quando chegar a pré-época logo se vê. Estou tranquilo", afirmou.

O treinador da equipa sub-19 do FC Porto, Mário Silva, conquistou vários títulos internacionais como jogador e hoje não escondeu o gosto especial por repetir o feito, mas agora como técnico, sem esquecer os jogadores que conquistaram o troféu.

"Tive o privilégio de estar no FC Porto em dois momentos importantes a nível de conquistas europeias [Liga dos Campeões e Taça UEFA]. É um recuar no tempo. Os jogadores merecem, estão de parabéns e esta receção para eles é mais do que merecida", afirmou.

Sobre a conquista da UEFA Youth League, Mário Silva revelou o segredo do sucesso: "Mantivemo-nos sempre humildes, com os pés bem assentes na terra, ultrapassando etapas com o foco no nosso trabalho e união. Desde que chegámos à Suíça foi fantástico o ambiente que se viveu entre todos. Tínhamos uma ambição muito grande e foi concretizada. Os jogadores estão de parabéns e ficaram na história do futebol português", assinalou.

A equipa de sub-19 do FC Porto é recebida também esta terça-feira na Câmara Municipal do Porto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG