Jorge Jesus, de férias no Brasil, diz que recusou convites de duas seleções

Em declarações a uma televisão brasileira, o ex-treinador do Al Hilal reforçou a ideia que só quer trabalhar num clube que lhe permita lutar por títulos.

Jorge Jesus assumiu em declarações à estação de televisão brasileira SporTV que o seu "plano A é trabalhar na Europa". Isto quando questionado sobre o facto de poder assumir o comando num clube brasileiro depois de ter sido visto esta semana no Estádio Mineirão a assistir ao jogo entre Atlético Mineiro e o Flamengo.

"A questão não é financeira. Só aceito um trabalho que me permita ganhar títulos. Gosto muito do Brasil, estou aqui de férias e aproveitei para ver este jogo, pois admiro os jogadores brasileiros", frisou o treinador português que está desempregado desde o final de janeiro, quando deixou os sauditas do Al Hilal.

Jorge Jesus revelou ainda que recebeu "dois convites para treinar seleções", mas acabou por recusar e explicou porquê: "Para já, não me vejo como esse tipo de treinador", sublinhou

Mais Notícias