FPF e Liga: jogadores e treinadores com contratos prolongados automaticamente

Atletas em fim de contrato ganham mais uns meses de ligação aos clubes de forma a permitir que joguem até final da época. Futebol da I Liga pode regressar a 31 de maio.

A Federação Portuguesa de Futebol assinou, juntamente com a Liga, o Sindicato dos Jogadores e a Associação Nacional de Treinadores de Futebol, um memorando de entendimento, que permite estender os contratos, que terminariam a 30 de junho, antes do encerramento da época 2019-20, que está em suspenso até ao dia 31 de maio devido à pandemia de Covid-19.

Num comunicado, a Federação explica que vai alterar a data do final da época para o dia seguinte ao último jogo oficial. A essa medida será aplicada a treinadores e a jogadores, mesmo aos que estão em situação de empréstimo.

Esta era uma questão que preocupava jogadores, treinadores e clubes, como explicou ao DN o jurista Gonçalo Almeida.

Comunicado

"O termo da época desportiva 2019/2020 ocorre no dia seguinte ao último jogo oficial das competições desta época.

Os contratos de trabalho desportivo ou de formação desportiva, celebrados entre clubes participantes da LIGA NOS e treinadores e jogadores, e respetivos vínculos desportivos cujo termo ocorra na época desportiva em curso, tal como definida regulamentarmente, consideram-se automaticamente prorrogados até termo da época tal como definido no número anterior.

De igual forma, os contratos de cedência temporária e respetivos vínculos desportivos em que sejam cessionários clubes participantes na LIGA NOS cujo termo ocorra na época desportiva em curso, tal como definida regulamentarmente, consideram-se automaticamente prorrogados anos termos do n.º 1."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG