Inspiração de Bruno Fernandes não chega para alcançar primeira vitória na pré-época

Sporting empata na Bélgica com o Club Brugge (2-2) e continua sem vencer no período preparatório. Capitão marcou de penálti e fez assistência para o segundo golo, apontado por Jovane Cabral. Derrota por 4-3 no desempate por grandes penalidades

Ainda não foi desta que o Sporting alcançou a primeira vitória nesta pré-época. No teste teoricamente mais difícil até ao momento, os leões empataram esta sexta-feira a dois golos em casa dos belgas do Club Brugge, possível adversário do FC Porto na 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Perante um adversário que é vice-campeão do seu país e está numa fase mais adiantada da preparação, em virtude do começo do campeonato da Bélgica no espaço de uma semana, ficou evidente a menor disponibilidade física dos homens de Marcel Keizer. Porém, a diferença de andamento não justifica tudo, como o caso das dificuldades que os verde e brancos sentiram em ligar o jogo dos defesas para os médios. Não foi por isso surpreendente quando David Okereke inaugurou o marcador para o Brugge aos 16 minutos, ao aproveitar uma desatenção na defesa leonina.

O Sporting reagiu, sempre com Bruno Fernandes como protagonista. Primeiro num livre que obrigou o guarda-redes Horvath a aplicar-se, depois com um remate perigoso de fora da área que saiu ao lado. Antes do intervalo, o capitão empatou o encontro de grande penalidade a castigar falta sobre Raphinha, poucos minutos a seguir de Bonaventure ter visto o poste negar o 2-0 aos belgas.

No arranque do segundo tempo Keizer lançou Jovane Cabral e Luiz Phellype para os lugares dos desinspirados Vietto e Bas Dost. A dupla alteração resultou de imediato, com Luiz Phellype a rematar à malha lateral logo nos primeiros minutos e Jovane Cabral a dar a fazer o segundo golo aos 53 minutos, após assistência de Bruno Fernandes e bom trabalho na área do Brugge.

E se os leões tinham empatado de penálti na primeira parte, o Brugge também restabeleceu a igualdade por essa via, por Hans Vanaken (62'), depois de falta de Jovane sobre o angolano Clinton Malta na área dos verde e brancos.

No desempate por grandes penalidades, o Sporting perdeu por 4-3: Luiz Phellype, Gonzalo Plata, Jovane Cabral marcaram, Miguel Luís atirou para as nuvens, Eduardo viu o seu remate ser defendido e Daniel Bragança acertou no poste.

Ficha de jogo

O Sporting alinhou de início com: Renan; Ilori, Neto, Mathieu e Abdu Conté; Doumbia, Wendel e Bruno Fernandes; Raphinha, Vietto e Bas Dost

Jogaram ainda: Jovane Cabral, Luiz Phellype, Thierry Correia, Miguel Luís, Eduardo Quaresma, Eduardo, Maximiano, João Silva, Daniel Bragança, Nuno Mendes e Gonzalo Plata

Golos: 1-0, David Okereke, 16 minutos; 1-1, Bruno Fernandes (de penálti), 45+1; 1-2, Jovane Cabral, 53; Vanaken (de penálti), 62;

Cartões: Bruno Fernandes, 38 minutos; Miguel Luís, 78.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG