Giroud: "É impossível assumir a homossexualidade no futebol. Há muita testosterona"

Avançado francês do Chelsea declarou numa entrevista ao Le Figaro que é impossível um futebolista declarar-se homossexual

O avançado francês do Chelsea e campeão mundial este ano, Olivier Giroud, disse que "é impossível assumir a homossexualidade no futebol", em entrevista ao Le Figaro.

"Quando Hitzlsperger tomou a sua decisão foi quando disse a mim mesmo que atualmente é impossível assumir a homossexualidade no futebol. Num balneário há muita testosterona, companheirismo, duches coletivos... É muito complicado, mas é assim", explicou, em alusão ao antigo médio internacional alemão que, após se retirar em 2013, assumiu ser gay.

"Há muito trabalho pela frente no futebol no que diz respeito à tolerância à homossexualidade", rematou Giroud, que disse "entender a dor e a dificuldade" que os desportistas profissionais sentem para sair do armário.

Olivier Giroud, 32 anos, posou para uma revista gay em 2012 em forma de apoio à comunidade homossexual.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG