FPF proíbe 'transferências ponte'

A Federação Portuguesa de Futebol proibiu as transferências ponte em Portugal, obrigando a que um jogador contratado tenha de estar, pelo menos, 16 semanas no clube, decidiu esta quinta-feira a direção do organismo.

Esta decisão serve para impedir que jogadores sejam adquiridos e vendidos imediatamente, sem permanecerem no clube comprador. Contudo, a nova regra da FPF não impede empréstimos.

Esta nova regra obriga os jogadores a ficarem ligados contratualmente ao clube até à janela de transferências seguinte.

A FIFA já tinha anunciado a proibição das 'transferências ponte'.

Mais Notícias