FIFA pondera adiar Mundial de Clubes na China para 2022

A decisão será oficial será revelada em breve, depois de serem conhecidas as datas para o Campeonato da Europa da UEFA, em 2021.

A FIFA está a ponderar adiar a estreia do novo formato do Mundial de Clubes para o mês de junho de 2022, na China, segundo o jornal espanhol AS. A competição, que juntará os vencedores das últimas quatro edições,​ já tinha sido adiada para 2021 devido à pandemia da covid-19, mas a entidade máxima do futebol será obrigada a adiar de novo para a nova prova para não coincidir com o Euro 2020, que se jogará no verão de 2021.

O presidente da FIFA, Gianni Infantino renunciou à realização da primeira edição da competição em 2021 para ceder essas datas ao Campeonato da Europa da UEFA.

O novo formato do Mundial de Clubes terá 24 equipas (oito grupos de três equipas) das seis confederações continentais, das quais seis clubes serão da América do Sul, um deles, o Flamengo de Jorge Jesus. Somente o primeiro dos três passará à próxima fase e a partir daí playoffs até a final.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) ainda não definiu os critérios de classificação, mas nas duas propostas discutidas pela entidade, uma das vagas será do vencedor da Taça Libertadores 2019, justamente o clube rubro negro do Brasil.

O torneio, atualmente disputado por sete equipas (uma do país de origem e seis campeões continentais), deixará de ser anual e passará a ser disputado de quatro em quatro anos. No entanto para acerto de calendário, a segunda edição do Mundial de Clubes deverá por isso ser no verão de 2025, um ano antes do Campeonato do Mundo de futebol, que os Estados Unidos, México e Canadá organizarão em conjunto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG