Fernando Santos de luto pela morte da mãe

Maria de Lurdes Fernandes Santos tinha 83 anos e morreu vítima de doença prolongada.

Maria de Lurdes Fernandes Santos, mãe do selecionador nacional de futebol Fernando Santos, morreu neste sábado, aos 83 anos, vítima de doença prolongada. A notícia foi divulgada pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), através do seu site oficial. Fernando Gomes, presidente da FPF, deixou mensagem sentida ao treinador.

"Foi com profunda consternação que tomei conhecimento, hoje, da morte de Maria de Lurdes Santos, mãe do Selecionador Nacional Fernando Santos. Sei dos profundos laços de admiração, cumplicidade, amizade e amor que os ligavam e da profunda tristeza que representa para toda a sua família, amigos e colegas a sua perda. Tendo igualmente sido testemunha de toda a dedicação que devotou, desde sempre, mas, em particular, ao longo dos últimos meses de doença à senhora sua mãe, deixo-lhe uma genuína mas sempre insuficiente palavra de conforto nesta ocasião. Em nome pessoal e de toda a Federação Portuguesa de Futebol receba os nossos mais sentidos e sinceros pêsames. Um abraço pleno de amizade", pode ler-se no comunicado da FPF.

Em novembro de 2018, numa visita ao Instituto Português de Oncologia de Lisboa, o selecionador nacional não escondeu a sua emoção ao falar da luta da sua mãe contra a doença, pois era ali tratada há mais de uma década. "É impossível encontrar uma razão para não aceitar. Tenho um sentimento muito profundo de gratidão porque há 14 anos que a minha mãe é acompanhada aqui. É tremendo porque o que é bom são as pessoas. Além dos serviços, onde não há nada a apontar, o bom são as pessoas", referiu na altura.

Na ocasião, Fernando Santos não esqueceu a luta dos familiares dos doentes com cancro e até revelou uma história de uma zanga com uma enfermeira após uma operação da mãe: "Ainda hoje passo aqui muitas vezes e vejo como as pessoas se desdobram para fazer bem e serem simpáticas. Um dia, na fase seguinte a uma operação da minha mãe, enervei-me com uma enfermeira e esse dia marcou-me há três anos e meio. É uma tensão muito grande. Aproveito esta oportunidade pública para pedir desculpa. Peço desculpa porque vocês são fantásticos e agradeço do fundo do coração às pessoas do IPO aquilo que nos dão."

Quando a seleção nacional conquistou a Liga das Nações, em junho de 2019, Fernando Santos fez questão de dedicar o troféu à mãe e ao cunhado. "Quero partilhar o triunfo com a minha família, na bancada, que corre o mundo atrás de mim. Principalmente à minha mãe e ao meu cunhado, com os últimos meses muito dolorosos em termos de saúde. Também ao meu primo. Esta vitória é para a minha mãe e para o meu cunhado", afirmou na altura.

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, também já deixou através dos canais oficiais do clube da Luz uma nota de pesar a Fernando Santos: "Em meu nome pessoal e do Sport Lisboa e Benfica endereço as mais sentidas condolências ao meu amigo, ao nosso ex-treinador e atual selecionador nacional Fernando Santos e a toda a sua família pelo falecimento da sua mãe, Maria de Lurdes Santos. Neste momento difícil expressamos uma palavra de conforto e profunda amizade de toda a família benfiquista."

Mais Notícias